Aula de tricô no Comunidade em Ação abriu a série de oficinas de artesanato em parceria com a Caçula (Crédito: Nelson Perez)

Aula de tricô no Comunidade em Ação abriu a série de oficinas de artesanato em parceria com a Caçula (Crédito: Nelson Perez)

O espaço Comunidade em Ação recebeu esta semana as duas primeiras oficinas de artesanato fruto de uma parceria entre o RioSolidario e a Caçula. Nesta última semana de outubro, outras duas aulas ainda serão realizadas no projeto, desenvolvido no Ciep 205 – Frei Agostinho Fíncias e que atende à comunidade do Morro São João, no Engenho Novo. Nesta série de encontros, cada um abordará o aprendizado de uma técnica.

Prática do artesanato ajudou Carmen em momento delicado de sua vida (Crédito: Nelson Perez)

Prática do artesanato ajudou Carmen em momento delicado de sua vida (Crédito: Nelson Perez)

A aula inaugural foi dedicada ao tricô, que é uma das muitas técnicas praticadas por Carmen Ribeiro, aluna do curso de bordado do projeto Comunidade em Ação e praticante de artesanato há mais de 15 anos. No repertório da aluna, que participou da visita do RioSolidario ao evento Rio Artes Manuais em março, também estão crochê, bordado, ponto cruz e pátina, por exemplo.

“Faço por lazer e também para presentear amigos e conhecidos”, conta Carmen, consciente de que os benefícios vão muto além da diversão, englobando também a saúde. A prática do artesanato também a ajudou a superar um momento delicado em sua vida. “Minha mãe sofreu um AVC e as técnicas me ajudaram a passar por essa fase difícil. O artesanato distrai muito a mente. É uma verdadeira terapia.”

Coordenadora de cursos da Caçula destaca importância da parceria com o RioSolidario para a capacitação por meio do artesanato (Crédito: Nelson Perez)

Coordenadora de cursos da Caçula destaca importância da parceria com o RioSolidario para a capacitação por meio do artesanato (Crédito: Nelson Perez)

A aula inaugural, dedicada ao tricô, foi aberta pela coordenadora de cursos da Caçula, Marizete Menezes, que deu as boas-vindas à turma e destacou a importância da parceria com o RioSolidario.

“O que a Caçula faz é capacitar pessoas, por isso buscamos torná-las aptas a complementar sua renda familiar. É muito gratificante desenvolver esse trabalho e temos uma parceria muito produtiva com o RioSolidario, que é muito importante para nós. A Caçula tem um carinho enorme pelo trabalho que vocês desenvolvem”, afirma.

Aproveitando a proximidade do fim do ano, na segunda aula o crochê foi utilizado para a confecção de motivos natalinos, como sousplat e mini-guirlanda, adereços que, para a professora Lília Pimentel, são viáveis para serem produzidos em uma aula. “São peças fáceis e rápidas de confeccionar, tendo em vista que o Natal já está próximo, além de serem uma sugestão barata para enfeitar a casa, presentear os familiares e também para vender, gerando uma renda extra. As alunas gostaram bastante da ideia”, conta Lilia.