RioSolidario participou dos quatro dias de evento. O nadador paralímpico Clodoaldo Silva foi um dos palestrantes

Feira do Empreendedor

O RioSolidario realizou mais de 200 atendimentos durante a sua participação na Feira do Empreendedor 2015, que aconteceu de 12 a 15 de novembro, no Riocentro. Além de orientações sobre seus projetos, a ONG realizou cadastros no Banco de Jovens, que atualmente conta com mais de 1200 inscritos; e para Mapa da Pessoa com Deficiência, iniciativa que busca criar um banco de dados para ajudar na formatação de políticas públicas para as pessoas com deficiência.

Palestras com temas como o “Mercado de Trabalho para a Pessoa com Deficiência” e o “Empreendedorismo para a Pessoa com Deficiência” também fizeram parte da programação do RioSolidario no evento, organizado pelo Sebrae RJ.

Na quinta-feira (12/11), primeiro dia da feira, o Mapa da Pessoa com Deficiência foi debatido pelo secretário Municipal da Pessoa com Deficiência de Três Rios, William Machado, e a pós-doutora da Universidade Federal Fluminense (Uff).

O “Mercado de Trabalho para Pessoa com Deficiência” foi o tema da palestra do nadador paralímpico, Clodoaldo Silva, na sexta-feira (13/11), segundo dia da Feira do Empreendedor. O atleta contou sua história na natação e como chegou à televisão e ao rádio, apresentando o programa Momento Furnas – Esportes Especiais com Clodoaldo Silva.

– Quando me destaquei na natação, vi que também poderia fazer algo mais. Depois de 2004, quando os esportes paralímpicos ganharam mais atenção, comecei a participar de projetos sociais e fazer palestras motivacionais. Mais do que falar só do meu esporte, passei a representar as pessoas com deficiência – disse ele.

Em 2013, Clodoaldo começou a apresentar o programa Momento Furnas – Esportes Especiais com Clodoaldo Silva, que ficou no ar até o início de 2015. Para depois da aposentadoria, que deve ocorres após as Paralimpíadas do Rio, no ano que vem, cursar jornalismo está nos planos do nadador.

Lucyana Moreira, especialista em Diversidade e Inclusão do Rio 2016, falou sobre os projetos de inclusão do Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

– A diversidade para nós é uma religião, seguimos o mantra todos os dias em todos os momentos. Pessoas com deficiência são elegíveis em todas as nossas vagas. Não trabalhamos apenas com a Lei de Cotas, vamos muito além – destacou Lucyana, acrescentando que hoje mais de 30 pessoas com deficiência, incluindo atletas, trabalham na organização dos jogos.

Em janeiro de 2016, serão oferecidas 90 mil vagas para interessados em trabalhar durante as Olimpíadas e as Paralimpíadas. Serão cinco mil postos no Comitê e outras 85 mil de terceiros.

No sábado (14/11), houve a apresentação do grupo de dança Corpo em Movimento. Já no domingo (15/11), Célia Domingues, presidente da Associação de Mulheres Empreendedoras do Brasil (AMEBRAS), discutiu o “Empreendedorismo voltado para a Pessoa com Deficiência”.

Abertura

A primeira-dama do Estado e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim, participou da abertura da Feira do Empreendedor 2015, na quinta-feira (12/11).

– O Sebrae é um grande parceiro do RioSolidario e está nos ajudando, inclusive, na produção do Mapa da Pessoa com Deficiência. Tivemos a oportunidade de trabalhar com a acessibilidade na feira e estamos cadastrando no nosso banco de talentos as pessoas com deficiência que queiram entrar no mercado de trabalho – disse Maria Lucia durante cerimônia de abertura.

Texto: Gabriela Murno

Fotos: Bruno Itan