Quatro meninos selecionados começam a trabalhar na empresa, na próxima segunda-feira (21/03)

IMG_7923

Dez jovens indicados pelo RioSolidario participaram do processo seletivo para trabalharem na BR Marinas. Os meninos selecionados pela empresa atuarão como auxiliares de cais, na Maria da Glória.

– Os contratados serão o primeiro contato com os donos das embarcações. O papel é recepcionar o nosso público, já que vendemos serviços. Eles também vão dar suporte às amarrações e solturas dos barcos no píer, e serão responsáveis pela limpeza dos seus espaços de trabalho – disse Paulo Roberto, do RH da BR Marinas, que não descarta a abertura de novas vagas em breve.

Atualmente, a empresa de serviços náuticos atende a 440 embarcações, na Marina da Glória. A tendência é que o público cresça com as Olimpíadas de 2016.

Pela jornada mensal, com 12 horas de trabalho, em sistema de escala, os jovens vão receber salário de R$ 1.015,00, com carteira assinada, planos de saúde e odontológico, cesta básica, vale refeição e seguro de vida. Dos dez que participaram da seleção, quatro começarão a trabalhar na BR Marinas, já na próxima segunda-feira (21/03).

Morador de Bangu, na Zona Oeste do Rio, o jovem Lucas Estivy, de 20 anos, está em busca de uma nova oportunidade de emprego. Ele participou do processo seletivo, que incluiu análise curricular e entrevista com o RH da empresa, na sexta-feira (11/03).

– Estou em busca de novas experiências e de conhecer novas áreas de atuação. Se conseguir a vaga, vou pagar uma faculdade e ajudar em casa também – disse Lucas.

Segundo Paulo Roberto, os selecionados terão ainda a oportunidade de fazer Curso de Arrais Amador, que permite a condução da embarcação dentro das marinas.

Sobre o Banco de Jovens do RioSolidario

Os jovens indicados às vagas da BR Marinas foram selecionados a partir do banco de talentos do RioSolidario, que tem como proposta cadastrar jovens entre 14 e 29 anos, que estejam em risco ou vulnerabilidade social e sejam oriundos, preferencialmente, de comunidades carentes do estado do Rio de Janeiro. Para participar do Banco de Jovens, basta o jovem se cadastrar.

Texto: Gabriela Murno

Fotos: Bruno Itan