Programa educativo do MAM levou 11 abrigadas ao museu onde participaram de várias atividades

CMF lAR DA mULHER NO mam 4

A convite do educativo “Eu, você e o Mam”, programa educativo do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, a Casa Abrigo Lar da Mulher levou 11 residentes, entre mulheres e crianças, para uma visita ao museu, na sexta-feira 26 de janeiro.

No momento, o MAM expõe três diferentes recortes do acervo, além das exposições de Christopher Page, Toyota, José Bechara e Lucio Salvattore.  Antes e depois da visita, foram feitas atividades com todo o grupo.  Brincadeiras que estimulam a imaginação como, por exemplo, desenhar de olhos fechados no ritmo de uma música, criar um mosaico e, só para as crianças, passar por uma espécie de túnel de pano.  Ao final, foi servido um lanche a todos.

A coordenadora da Casa Abrigo Lar da Mulher, Roberta Rosa, destaca a importância da visita sob dois aspectos.

– A ida ao MAM foi muito importante tanto pelo contexto cultural quanto pela possibilidade de proporcionar aos visitantes a reflexão sobre o pertencimento deles a espaços como este. A arte é para todos e tem uma capacidade de transformação que tocará de forma diferente em cada um.

Para a pedagoga da Casa Abrigo Lar da Mulher, Lidiane Barroso Sarmento, que acompanhou o passeio, é importante para essas mulheres saírem do confinamento.

– Quando apresentamos a proposta de ir ao museu, algumas se assustaram.  Mas durante a visita percebi que as crianças ficaram impressionadas com o que viram.  Ouvi algumas residentes dizerem que gostaram.

As residentes e as crianças se surpreenderam de forma positiva com a visita.

– Achei que era uma coisa chata, não queria vir.  Conforme fui vendo as coisas, fui mudando de ideia.  Tem muita coisa que eu não imaginava que existia.  Achei incrível, disse uma das residentes.

– Sempre esperei ver coisas incríveis, mas hoje superou.  Gostei da sala das coisas que brilham e da de tecnologia.  Eu esperava menos, só que me surpreendeu, explicou o menino de 11 anos.

Desde 2013, o programa educativo do Museu de Arte Moderna desenvolve atividades para todos os públicos, dentre elas, entrega de livros/catálogos e ingressos gratuitos, oficina de fotografia e programa em família.

A Casa Abrigo Lar da Mulher, do governo do estado e gerida pelo RioSolidario, foi criada em 2007, com o objetivo de amparar, proteger e fortalecer essas mulheres.  Lá, são oferecidos assistência psicológica, social, hospitalar e jurídica a elas e seus filhos. A abrigada conhece os seus direitos, amplia a consciência sobre relacionamentos afetivos abusivos e retomam suas vidas.

Foto: Carlos Magno