Acompanhadas dos filhos, elas ainda participaram de uma exclusiva visita-guiada organizada pela Direção do Theatro

_MG_0163

 

O Theatro Municipal do Rio de Janeiro abriu suas portas para receber convidados ilustres durante a programação dos 109 anos. As abrigadas da Casa Abrigo Lar da Mulher, do RioSolidario, acompanhados dos filhos, visitaram o espaço cultural na última sexta-feira (13/07).

Acomodados em local privilegiado, o grupo assistiu a aula-concerto promovida pela Orquestra da Fundação Cesgranrio. Além das abrigadas, cerca de dois mil alunos da rede pública estadual de ensino participaram do espetáculo.

A diretora do Lar da Mulher, Sueli Ferreira, enfatizou os impactos positivos de atividades externas no processo de fortalecimento das mulheres que estão na Casa Abrigo:

– A Casa Abrigo é o local seguro que garante a integridade física das Mulheres e filhos com necessidades de proteção/acolhimento. Portanto, é preciso que estejam, temporariamente, recolhidas no interior da Casa. As atividades externas despertam sentimentos indescritíveis, que receavam não mais vivenciar. É o retorno à vida. A auto estima se eleva na preparação para a saída, o desejo de estar bonita, de se apresentar ao mundo diferentes de quando aqui chegaram – explicou.

As crianças e jovens, filhos da abrigadas, vibraram com o repertório e com as interações e explicações do maestro. Encantada com o Municipal, uma das visitantes, que é mãe de um bebê de quatro meses e de um menino de sete anos, esteve pela primeira vez na vida em um teatro:

– Nunca tinha ido ao teatro. Achei muito bom, fiquei impressionada. Vou querer levar meus filhos em lugares assim. Estou organizando minha vida e esse passeio me deu mais ânimo – destacou.

Após a apresentação, o grupo da Casa Abrigo aproveitou para fazer fotos com o músico Carlinhos Brown, que acompanhou o espetáculo e ainda participou da apresentação, levando o público ao delírio.

Ainda dentro da programação especial organizada pela direção do Theatro Municipal para os residentes da Casa Abrigo do RioSolidario, a exclusiva visita-guiada pelo suntuoso espaço cultural fechou o passeio em grande estilo. Muito curioso, um dos pequenos visitantes não poupou perguntas aos guias.

– O passeio foi ótimo. Tem coisas muito lindas. Gostei, também, de aprender sobre o violino, flauta. Andar aqui dentro foi legal – esclareceu o visitante.

Impressionado, um dos jovens já definiu que conhecerá outros espaços culturais:

– Achei o passeio maravilhoso, porque lá tem várias coisa antigas que eu nem sabia que existiam. Tem muitas artes e esculturas. Só coisa boa. Nunca tinha ido num lugar assim antes. Vou querer conhecer outros lugares assim – enfatizou o adolescente.

Atividades após o passeio
No dia seguinte ao passeio no Theatro Municipal, a equipe da Casa Abrigo organizou uma atividade pedagógica e lúdica para o grupo. Eles participaram de uma oficina de desenhos:
– Os momentos vivenciados se perpetuam no imaginário de nossas residentes e mais ainda nas crianças. São capazes de retratar em histórias e desenhos tudo que tiveram oportunidade, talvez única, de ouvir e ver. Será eterno nas suas lembranças essas experiências e levarão para suas vidas como o melhor lugar que poderiam ter estado.

 

Texto: Gabriela Hilário

Fotos: André Gomes de Melo