Mostra Versos de Liberdade teve até poema autoral de um dos alunos

Casas Futuro Agora

Adélia Prado, Mário Quintana e Cora Coralina: poetas que emocionam gerações. Flávio, Jéssica, Roberta e Kelly, alunos do curso de Poesia Falada que emocionaram a plateia na Mostra Versos de Liberdade, do projeto Casa Futuro Agora, realizada na UniverCedae, nesta terça-feira (06/09).

A primeira-dama do Estado, Maria Lucia Horta Jardim, assistiu ao recital da Casa Futuro Agora, que já formou mais de 100 jovens em Poesia Falada. O RioSolidario, Ministério Público do  Trabalho/RJ e Cedae* são responsáveis pelo projeto, que também oferece cursos gratuitos de informática, inglês e audiovisual.

A coordenadora da Casa Futuro Agora, Luiza Teixeira, destacou o desenvolvimento pessoal dos jovens:

– É muito interessante ver o desenvolvimento destes jovens ao longo do curso. Nosso objetivo é prepará-los para o mundo do trabalho. O curso de Poesia Falada ajuda a reduzir a timidez e também melhora a comunicação de quem participa – disse Luiza.

A atriz Elisa Lucinda, idealizadora da Casa Poema – responsável pelo curso para os jovens – fez a abertura do evento e enfatizou a importância da comunicação:

– A língua é um patrimônio.  Só estamos aqui por causa da palavra.

O poema Argumento, de Adélia Prado, foi a escolha da aluna Jessica Rodrigues, 16 anos, para a apresentação no recital. Segundo ela, o curso contribuirá para a sua vida profissional:

– Aprendi a ver a vida com mais cor, mais intensidade. Quero ser uma grande designer e o que aprendi no curso vai ajudar na minha comunicação pessoal – pontou Jéssica.

Já o jovem Flávio Clemente, 18 anos, conhecido como “Shark”, recitou um poema de autoria própria:

– A poesia sempre fez parte da minha vida, pois comecei na música com 12 anos. A poesia é uma forma de transformar em melodia os sentimentos bons e ruins em mim. Quero fazer Filosofia, me tornar professor e aplicar a poesia na sala de aula para os alunos – disse Flávio, que também cantou uma música de autoria própria.

O curso de Poesia Falada ainda será realizado nas unidades do São Carlos, na região central, e na Gardênia, zona oeste da cidade.

*Os cursos da Casa Futuro Agora são realizadas em 11 unidades. *A iniciativa é financiada com recursos oriundos de acordo entre a Cedae e o Ministério Público do Trabalho (MPT-RJ), em ação trabalhista ajuizada pela instituição contra a companhia.

 

Fotos: André Gomes de Melo