Iniciativa oferece aulas de inglês, audiovisual, poesia falada e informática

 

_MG_5492

 

Cento e trinta e três alunos da Casa Futuro Agora se formaram, nesta terça-feira (10/10), em cursos profissionalizantes. O RioSolidario, o Ministério Público do Trabalho/RJ e a Cedae são responsáveis pelo projeto, que já formou mais de três mil alunos nos cursos de Inglês, Audiovisual, Poesia Falada e Informática. A mestre de cerimônia do evento foi a rapper e ativista Nega Gizza, que frisou aos formandos que, assim como ela, para vencer os desafios, eles devem ter muita determinação, que no final, os resultado vêm.

O evento foi realizado no Centro Universitário Universus Univeritas que cedeu o espaço para a realização da formatura.

Os jovens celebraram a conclusão dos cursos gratuitos com uma convidada especial: a cientista política, formada pela Universidade de Harvard, nos EUA, Tábata Amaral de Pontes, de 23 anos. O início da trajetória de vida dela se compara a de muitos jovens: aluna de escola pública, moradora de comunidade e de família de baixa renda. Hoje, ela trabalha com dois movimentos sociais: o Mapa Educação, que mobiliza jovens a serem ativistas pela educação de qualidade; e um movimento para que os jovens queiram participar mais da vida política do país.

– A educação é o caminho para gente transformar a sociedade como um todo. Estou aberta para pensarmos em parcerias – ressaltou Tábata.

A Casa Futuro Agora é um espaço de conhecimentos e preparação de jovens, entre 12 e 17 anos, para o mundo do trabalho. Em 11 unidades, incluindo duas no Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), são oferecidos os cursos, com aulas dinâmicas e conteúdos modernos, reunindo habilidades fundamentais para oferecer aos jovens uma oportunidade de capacitação. Nove unidades contam com acesso à internet para a comunidade.

– Já são 3.400 jovens formados, com um apoio muito importante do Ministério Público do Trabalho, com recursos da Cedae. Isto nos faz muito felizes porque são jovens de comunidades, inclusive duas casas são dentro do Degase – afirmou a presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim.
Preparação para o mercado de trabalho

Os jovens recém-formados comemoravam a conquista da grande mudança em suas vidas, a partir da oportunidade oferecida pelo Casa Futuro Agora. Paloma Vitória de Souza, da Comunidade dos Prazeres, ainda não decidiu que carreira seguirá, mas sabe que o curso de Informática a deixará preparada para várias oportunidades.
Para o estudante Yago de Oliveira, de 14 anos, morador de Manguariba, os cursos transformaram sua vida.

– Aproveitei muito a oportunidade, e fiz os quatro cursos oferecidos. E nas horas de lazer, agora, eu e meus amigos saímos para produzir filmes, por diversão. Na escola, minhas notas melhoraram, até porque, com o domínio do computador, faço tudo mais caprichado. Sei até montar computadores – contou Yago de Oliveira.

O Projeto Casa Futuro Agora é financiado com recursos oriundos de acordo entre a Cedae e o Ministério Público do Trabalho (MPT-RJ), em ação trabalhista ajuizada pela instituição contra a companhia.

Texto: Bete Nogueira

Fotos: André Gomes de Melo