AUTONOMIA SIM

O número de pessoas com algum tipo de deficiência vem crescendo a cada ano. Mas a limitação física de uma pessoa não diminui seus direitos: ela é cidadã e faz parte da sociedade como qualquer outro. É preciso que a sociedade esteja preparada para lidar com a diversidade humana. Perante a lei, todas as pessoas devem ser respeitadas, não importa o sexo, a idade, as origens étnicas, a opção sexual e/ou principalmente as deficiências, todos têm o direito de ser independente e de ter autonomia.

No Estado do Rio de Janeiro, onde há 16 milhões de habitantes, 24,4% apresentam algum tipo de deficiência, ou seja, cerca de 3,9 milhões de pessoas, segundo dados do Censo 2010. A deficiência mais frequente entre a população brasileira é a visual, seguida da motora, auditiva e mental.

Pensando nisso é que o RioSolidario escolheu ter como um dos seus desafios a promoção da autonomia à pessoa com deficiência. Acreditamos que é plenamente possível desenvolver ações, conscientizar a sociedade, mobilizar esforços governamentais e estimular a independência. Incentivamos as parcerias e promovemos eventos para que, durante os nossos quatro anos de gestão social, tenhamos mais projetos para a melhoria da qualidade de vida das pessoas com deficiência.

Apoiamos de forma efetiva a transformação social. Temos consciência de que incluir não é uma forma paliativa de solucionar problemas, mas acima de tudo um compromisso com a cidadania.

Queremos que o Rio de Janeiro seja referência em acessibilidade, como um estado que está ao lado do cidadão fluminense. Entendemos que existem muitas ações e iniciativas que podem ser feitas, por isso, não mediremos esforços para criar parcerias que caminhem juntas e fortaleçam a nossa ideia.

Todos nós precisamos nos mobilizar pela pessoa com deficiência, nos colocar no lugar do outro e entendermos que sendo mais solidários, humanos e justos poderemos viver em uma sociedade mais igualitária, colaborativa e inclusiva.

I Encontro Autonomia para pessoas com deficiência

CONHEÇA OS PROJETOS