Equipe do RioSolidario e secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos em exercício apresentam Pátria Voluntária a instituições (Crédito: Nelson Perez)

Equipe do RioSolidario e secretária de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos em exercício apresentam Pátria Voluntária a instituições (Crédito: Nelson Perez)

Com o objetivo de fomentar o voluntariado em todo o país, o Governo Federal lançou em 2019 o programa Pátria Voluntária. Ainda no ano passado, mergulhamos de cabeça nessa ideia. Nossa presidente de honra, a Primeira-Dama Helena Witzel, vislumbrou nossa instituição, conhecida como articuladora entre diferentes setores da sociedade, como mobilizadora de ações de voluntariado a serem realizadas em fevereiro contemplando diferentes instituições no Rio de Janeiro, tendo como parceira a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos.

A secretária em exercício, Fernanda Titonel, e a diretora do RioSolidario, Juliana Dias, conduziram, ainda em dezembro, uma reunião na qual apresentaram a instituições a proposta do programa, por meio do qual Primeiras-Damas de diversos estados articulam ações de voluntariado que contribuam para a execução das tarefas dessas instituições ou possibilitem melhoras nos serviços oferecidos à população atendida. “Estou muito feliz por ter sido contemplada pelo programa Pátria Voluntária e poder levar ações para nossas crianças. Só temos a agradecer ao RioSolidario e à Primeira-Dama Helena Witzel por fazer parte dessa oportunidade”, agradece Jurema Duarte, diretora da JAMDS, uma das instituições contempladas, localizada em Santa Cruz, zona oeste da cidade.

Primeira-Dama Helena Witzel mobiliza RioSolidario e Secretaria de Estado de Assistência Social como apoiadores do programa (Crédito: Flávio Amaral)

Primeira-Dama Helena Witzel mobiliza RioSolidario e Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos como apoiadores do Pátria Voluntária (Crédito: Flávio Amaral)

Reconhecendo a participação fundamental do voluntário na concretização da missão de tantas instituições que proporcionam mais dignidade à população em nosso estado, nossa presidente de honra Helena Witzel decidiu abraçar essa causa. Ela convocou o RioSolidario a participar do desafio de conscientizar a população do Rio e mobilizar voluntários para ações que serão promovidas no próximo mês nas três instituições selecionadas, uma delas o Amparo Thereza Christina.

“Contamos com ajuda de associados e doações e fazemos bazares para arrecadar renda para a instituição e fazemos almoço solidário. Essa parceria por meio do Pátria Voluntária será muito importante para nós. A participação dos voluntários será de grande contribuição para fazer com que recebamos mais doações e ajuda para seguirmos mantendo nossa instituição”, Karen Menezes, assistente social do Amparo, que atende a idosas no bairro do Riachuelo, zona norte da capital.

Equipe do RioSolidario auxiliou instituições no cadastro no portal Pátria Voluntária (Crédito: Bia Rodrigues)

Equipe do RioSolidario auxiliou instituições no cadastro no portal Pátria Voluntária (Crédito: Bia Rodrigues)

A terceira beneficiada é a Associação dos Falcêmicos e Talassêmicos do Rio de Janeiro, que atende, nas dependências do Hemorio, a portadores de anemia falciforme e talassemia. “Atendemos pessoas que têm a doença, algumas inclusive muito carentes. Nossa participação no Pátria Voluntária é muito importante para darmos um apoio ainda maior aos nossos associados. Esse projeto tem grandes possibilidades de nos ajudar, já que somos uma instituição carente, que lida com pessoas de baixa renda e que possuem uma doença hereditária, que precisam de apoio de todos”.

Recebemos representantes das três contempladas em nosso auditório em janeiro para proceder ao cadastro das respectivas instituições, etapa à qual se seguiu o cadastro das ações que serão realizadas: uma ida ao teatro para assistir a peça Maria Minhoca, de Maria Clara Machado, um mutirão de organização, uma tarde de convivência e um dia de atividade em um sítio localizado em Magé.

Associação Beneficente Jurema Amor nas Mãos para Deficientes e Surdos (JAMDS)
Localizada em Santa Cruz, conta com atividades voltadas para surdos, mas que também contemplam público em geral, como estudo de Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS) para surdos e ouvintes, reforço escolar, inglês, informática, ballet, futebol, jiu-jitsu, karatê, entre outras.
https://pt-br.facebook.com/jurema.amor.nas.maos/

Amparo Thereza Christina
Localizada no bairro Riachuelo, trabalha com atendimento e cuidados a idosas desamparadas, amparando senhoras que têm problemas de se manter e que, portanto, ficavam abandonadas e carentes. Promovem eventos para auxílio na manutenção da casa, como bazares e almoços.
http://www.amparotherezachristina.com.br/

Associação dos Falcêmicos e Talassêmicos do Rio de Janeiro (AFARJ)
Com sede nas dependências do Hemorio, no Centro do Rio, realiza atividades para amenizar a situação socioeconômica dos paciente portadores de anemia falciforme, como distribuição de cestas básicas para as famílias mais carentes, divulgação de informação sobre a doença para a população em geral, orientação aos portadores e seus familiares quanto à doença e suas complicações e apoio ao tratamento, além de assessoria jurídica e informações genéticas. A anemia falciforme é a anemia de maior incidência na população brasileira, atingindo cerca de 3 milhões de brasileiros, segundo estimativa do Ministério da Saúde.
http://afarjinforma.blogspot.com/