Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli homenageou a procuradora-geral Raquel Dodge

_MG_8498

A primeira-dama do Estado do Rio e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim, participou, nesta segunda-feira (06/11), do 6º Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli de Direitos Humanos, realizado no Tribunal de Justiça do Rio. A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, foi homenageada com o Prêmio Hors-Concours por sua atuação em defesa dos direitos humanos.

O Prêmio AMAERJ Patrícia Acioli prestigia iniciativas excepcionais que contribuam para a melhoria da sociedade. Este ano, foram 223 inscrições. Dezenove vencedores foram escolhidos por um júri formado por especialistas de destaque nas quatro áreas selecionadas dos trabalhos: Reportagens Jornalísticas, Práticas Humanísticas, Trabalhos Acadêmicos e Trabalhos dos Magistrados.

A primeira-dama do Estado, Maria Lucia Horta Jardim, entregou a premiação aos vencedores da categoria Trabalhos Acadêmicos:

– O prêmio é um importante reconhecimento às pessoas que lutam pela defesa dos direitos humanos, contribuindo para uma sociedade mais cidadã e humanitária. É, também, um agradecimento por se dedicarem a investir para uma sociedade mais digna.  Sinto-me muito feliz em entregar esta premiação – enfatizou a presidente do RioSolidario.

 Para a presidente da AMAERJ, Renata Gil, o prêmio é um reconhecimento a quem luta pela vida:

– Em tempos de extrema violência e intolerância, o 6º Prêmio abre as portas e dá a voz para os profissionais que lutam pela vida, pela justiça e pela paz – pontuou Renata.

A procuradora-geral, Raquel Dodge, destacou que a premiação reforça o sentido de integração da sociedade:

– É um prêmio que está ancorado na defesa de direitos humanos, e este é um mote importante para falarmos de dignidade, de igualdade e de liberdade. Falar em direitos humanos é muito importante porque significa falar daquilo que mais interessa a cada um de nós. Resgata a possibilidade de contarmos uns com os outros.

O evento contou com as apresentações da Orquestra da Providência SOM+EU formada por jovens do projeto social de educação musical para crianças, adolescentes e jovens do Rio, localizado no Morro da Providência.

Premiação

Os primeiros colocados de Reportagens Jornalísticas, Práticas Humanísticas e Trabalhos Acadêmicos receberam R$ 15 mil, cada; os segundos lugares R$ 10 mil, e os terceiros R$ 5 mil. Na categoria Trabalhos dos Magistrados, os três primeiros colocados receberam troféus.

  • Troféu Hors-Concours

Raquel Dodge – Procuradora-geral da República

 

  • Trabalhos dos Magistrados

1º – Programa Rede Mulher em Paz
Autor: Juiz Rodrigo de Castro Ferreira (TJ-GO)

2º – Programa Justiça no Bairro
Autora: Desembargadora Joeci Machado Camargo (TJ-PR)

3º – Projeto de Combate à Evasão Escolar
Autor: Juiz Carlos Eduardo Mattioli Kockanny (TJ-PR)

 

  • Reportagens Jornalísticas

1º – A Segunda Guerra do Paraguai
Autores: Aline Ribeiro e Hudson Corrêa
Veículo: Época
Meio: Revista

2º – Vale da Rapadura
Autores: Jéssica Welma Gonçalves e equipe
Veículo: Tribuna do Ceará
Meio: Internet

3º – As Casas da Escravidão
Autores: Ana Haertel e equipe
Veículo: Record TV
Meio: Televisão

Menção Honrosa – Campo em Guerra
Autores: Thais Lazzeri e equipe
Veículo: Repórter Brasil
Meio: Internet

Menção Honrosa – Quem matou Duda?
Autores: Vania Cunha e equipe
Veículo: Globonews
Meio: Televisão

 

  • Práticas Humanísticas

1º – Inscrever os direitos humanos em 1 e 1000 escolas de Rio de Janeiro
Autor: Associação Inscrire Brasil

2º – Programa Afeto
Autor: Instituto Arcádia

3º – Olhares (im)possíveis – aplicação de uma metodologia de escuta do indizível com crianças da periferia de Ouro Preto e Mariana
Autor: Arthur Medrado Soares Araujo (Programa Sentidos Urbanos – Patrimônio e Cidadania)

Menção Honrosa – StartupIn Favela
Autores: Aline de Matos Lima Fróes e Igor de Brito Couto

Menção Honrosa – Din Down Down
Autor: David Nascimento Bassous (ONG Arte da Possibilidade – GINGAS)

 

  • Trabalhos Acadêmicos

1º – Crianças refugiadas no Brasil: um olhar prospectivo quanto aos aspectos jurídicos e políticos da proteção conferida pelo Estado brasileiro
Autora: Laís Santos Oliveira

2º – A cidadania do adolescente em conflito com a lei dentro das unidades socioeducativas: desafios, possibilidades e limites
Autora: Joseane Duarte Ouro Alves

3º – Apuração dos casos de violência sexual: garantia ou violação de direitos de crianças e adolescentes
Autores: Diego Alex de Matos Martins e Monique Loma Alves da Silva

Menção Honrosa – A vida gestada cárcere em “Estado de coisas inconstitucional”: acerca da prisão cautelar e a prisão contida na lei de execuções penais – Necessária adequação da lei de 1984 às garantias fundamentais
Autora: Andressa Paula de Andrade

Menção Honrosa – O povo de terreiro de matriz africana e a responsabilização do Brasil na CEARA internacional pelo descumprimento da convenção 169 da OIT
Autor: Claudio Kieffer Veiga