RioSolidario distribui material informativo sobre o Mapa da Pessoa com Deficiência para identificar o perfil das PcD

_MG_3831

A primeira-dama do estado e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim, participou da abertura da primeira edição da Feira Cidade PcD, nesta sexta-feira (01/12), no Parque Olímpico, na Barra da Tijuca, Zona Oeste. A feira é um dos maiores eventos de inclusão, acessibilidade, orientação e mobilidade para a Pessoa com Deficiência (PcD) no estado.

O evento, que acontece até domingo, reúne empresas fornecedoras de produtos e serviços em meio a uma série de atividades voltados para o público PcD. São palestras, oficinas, shows de música e dança (todos de PcD), food trucks, jogos como vôlei sentado e basquete, espaço para test drive de veículos adaptados e até um balcão de empregos para impulsionar a entrada desse público no mercado.

Em seu discurso, a primeira-dama do estado, Maria Lucia Horta Jardim, reforçou a importância das parcerias para alcançar os resultados para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e enfatizou o apoio à causa PcD como uma das principais áreas de atuação do RioSolidario:

– O RioSolidario, em conjunto com a Loterj, lançou editais para instituições PcD. E eu fico muito feliz em saber que as instituições estão recebendo estes recursos e aplicando no que é importante para as necessidades delas. É através de parcerias que a gente consegue  vencer. Se juntarmos as três esferas de poder e dermos as mãos, se a gente não tiver a sociedade civil junto, não vamos fazer. E esta feira é o exemplo dessa união e que é possível – reforçou a presidente do RioSolidario.

O ministro dos Esportes, Leonardo Picciani, destacou o empenho das pessoas com deficiência para o reconhecimento de seus direitos:

– O que as pessoas com deficiência buscam nada mais é que a concretização do seu direito, direito a acessibilidade, seu direito a qualidade de vida melhor, sobretudo, de viver a vida da melhor forma possível como qualquer cidadão – disse.

O prefeito Marcelo Crivella pontuou a característica solidária dos cariocas:

– Nós somos isso aqui, cariocas solidários que querem a inclusão das pessoas com deficiência, que se unem para aplaudi-las, que se emocionam quando elas cantam, competem e estão no nosso meio – disse Crivella.

Com o apoio da Loterj, Detran e da organização da Feira, o RioSolidario está distribuindo material informativo para os visitantes sobre o Mapa da Pessoa com Deficiência. O objetivo é criar um banco de dados para conhecer o perfil das PcD e, com isso, ajudar na formatação de políticas públicas e ações voltadas para as pessoas com deficiência no estado.

Preencha o Mapa da Pessoa com Deficiência: http://www.riosolidario.org/mapa-da-pessoa-com-deficiencia/

 

Sobre a feira

A feira Cidade PcD conta com uma estrutura de acesso guiado que vai desde a saída da estação Cidade Olímpica, do BRT, até a chegada à Arena 2. Acompanhantes para pessoas com deficiência visual estarão na entrada do evento, que disponibilizará banheiros adaptados e ambiente climatizado. O estacionamento é gratuito.

O evento é uma iniciativa da revista PCD e do site www.universopcd.com.br, veículos lançados este ano, e do Jornal O Dia.

Foto; André Gomes de Melo