Projeto do COEM do Tribunal de Justiça/RJ busca estender a rede de proteção às mulheres

 

_MG_6535

A primeira-dama do estado e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim, participou da inauguração da Sala Lilás, no Instituto Médico Legal de Campo Grande, na Zona Oeste da cidade, nesta segunda-feira (10/09). É a segunda unidade no estado.

A inauguração faz parte de um projeto da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (COEM) do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ) de estender a rede de proteção às mulheres. A inciativa tem a parceria do Governo Estadual do Rio de Janeiro, por intermédio da Secretaria Estadual de Saúde,da Secretaria Estadual de Segurança Pública/Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro e da instituição RioSolidario, e do Município do Rio de Janeiro, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde.

A primeira-dama do estado do Rio de Janeiro e presidente do RioSolidario, Maria Lúuia Horta Jardim, destacou que as parcerias entre órgãos públicos, instituições privadas e grupos da sociedade civil é fundamental para garantir o respeito aos Direitos fundamentais.

– A obrigação do poder público é acolher e dar dignidade às vítimas de violência. No pior momento para um ser humano, a gente precisa fazer a diferença e contornar a situação adversa. O trabalho fica mais fácil quando a sociedade tem a sensibilidade para se unir-  afirmou.

Das 446 notificações de violência doméstica registradas na cidade do Rio de Janeiro até setembro, 41 atendimentos foram em Campo Grande. A coordenadora da COEM, desembargadora Suely Lopes Magalhães, destacou a importância de aprimorar a rede de atendimento às mulheres em situação de risco.

– A Sala Lilás é política e humanamente correta. O que nos interessa é proteger as mulheres, mostrar que nos importamos com seus problemas e que a gente construa um sistema no qual elas confiem e se sintam seguras em denunciar as agressões – afirmou.

A sala contém uma maca ginecológica para atendimento, quadros com informações de leis, artigos e dispositivos sobre o atendimento às vítimas, cartilhas com a Lei Maria da Penha e espaços elaborados especificamente para o atendimento às crianças.

 

RioSolidario repassa doações recebidas

O RioSolidario contribiu com o Projeto de Humanização do espaço, em parceria com a Secretaria Estadual de Saúde, e repassou doações recebidas à Sala Lilás.

 

Texto: TJRJ

Fotos: André Gomes de Melo