Prêmio Oscar Socioeducativo “Guri” celebra pessoas e instituições que contribuem para a ressocialização dos jovens

 _MG_0349 c (1)

A presidente do RioSolidario e primeira-dama do Estado do Rio, Maria Lucia Horta Jardim, foi uma das agraciadas com o Prêmio Oscar Socioeducativo “Guri” 2017, realizado nesta quinta-feira (25/05), no Museu do Amanhã, no Centro do Rio. No total, 23 pessoas e instituições foram premiadas.

A premiação, que já está em sua segunda edição, foi idealizada pela Secretaria de Estado de Educação e pelo Departamento Geral de Ações Socioeducativas (Degase), com o objetivo celebrar as instituições e pessoas que contribuíram para o resgate de jovens em conflito com a lei dentro do Sistema Degase.

O RioSolidario desenvolve o projeto Casas Futuro Agora em unidades do Degase. Com o objetivo de investir na educação como o principal passo para a transformação, o projeto oferece quatro cursos profissionalizantes gratuitos para os jovens: informática, inglês, poesia falada e produção audiovisual/cineclubismo. A presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim, destacou a importância do projeto para a ressocialização dos jovens:

– Estou muito feliz por esta iniciativa, pois é uma oportunidade de incentivar outras instituições e pessoas a apoiarem para a ressocialização destes jovens. Desde o ano passado, mais de 300 adolescentes do Degase participaram dos cursos que oferecemos – pontuou a primeira-dama.

O Prêmio Socioeducativo “Guri” ofereceu uma estatueta aos 23 premiados. A peça é feita de cerâmica representando um guri e foi confeccionada pelas mães moradoras do Complexo da Maré, na Zona Norte.

– Esse prêmio reconhece a atuação de pessoas que desenvolveram seu trabalho além de suas atividades profissionais, doando seu tempo e amor e, além disso, quebraram o preconceito para dar oportunidades a esses adolescentes – destacou o secretário de Estado de Educação, Wagner Victer.

O diretor do Degase, Alexandre Azevedo de Jesus, reforçou a valorização dos jovens como fator importante no processo de ressocialização:

– Lembro de ter escutado a frase “eu vejo você” em um filme e não esqueci. E sempre penso que o que você faz para o seu filho deve fazer para seu igual. É essencial “ver” esses jovens.  Portanto, vocês, que ganharam os prêmios, são importantes para nós, que representamos o poder público, e imprescindíveis aos adolescentes – finalizou o diretor.

 

Fotógrafo André Gomes de Melo