Autoridades, sociedade civil e policiais foram agraciados em cerimônia no Palácio Guanabara

_MG_8855

Foi realizada nesta terça-feira (07/11) a solenidade de entrega do Prêmio Parceiros Segurança Presente, que homenageou autoridades, membros da sociedade civil e agentes das operações. O evento contou com a presença da primeira-dama do Estado, Maria Lucia Horta Jardim, do chefe de gabinete da Secretaria de Governo, Murilo leal, e do subsecretário de Informações e Projetos Especiais da Secretaria de Governo, Reynaldo Braga.

Segundo a primeira-dama e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim, o resultado alcançado desde o lançamento do programa, é fruto das parcerias realizadas até hoje.

– A segurança é um fator preponderante. O resultado positivo do projeto mostra a importância das parcerias, da integração entre todos: Governo, iniciativa privada e, sobretudo, da população para vencer as mazelas da sociedade   – disse a primeira-dama.

De acordo com Murilo Leal, o programa já ultrapassou a esfera de governo e é um programa da sociedade. Ele afirmou que a Secretaria de Governo vai estar sempre empenhada para continuar apoiando as ações.

– A Secretaria de Governo trabalha de forma ininterrupta para dar aos colaboradores, condição de caminhar e desenvolver esse trabalho tão importante e crucial para o nosso estado – afirmou Leal.

Para o subsecretário de Informações e Projetos Especiais, Reynaldo Braga, a palavra chave desse e dos projetos Barreira Fiscal e Lei Seca é estar ‘presente’.

– Estamos presentes em caráter permanente, 24 horas por dia, todos os dias do ano, estamos presentes sempre. A segunda coisa são nossos agentes, que com muito talento fazem tudo acontecer – contou o subsecretário.

A Operação Segurança Presente atua diariamente nas regiões da Lapa, Centro, Méier, Lagoa Rodrigo de Freitas e Aterro do Flamengo de forma integrada com órgãos municipais e estaduais. O patrulhamento é realizado por policiais militares da ativa, da reserva e por agentes civis egressos das forças armadas. Além de prover segurança, a operação conta com assistentes sociais, que já atenderam mais de 45 mil moradores de rua e pessoas em situação de vulnerabilidade social. Até hoje, os agentes prenderam 11.160 pessoas em flagrante e 1.521 foragidos da Justiça foram tirados das ruas.

– O bom resultado deve-se justamente à estrutura completamente diferenciada, nosso policiamento está atento a tudo. Nossa equipe é especializada e faz a gestão e aplicação dos recursos de forma racional – explicou o coordenador da base do Largo da Carioca da Operação Centro Presente, capitão Hugo Coque.

Todos os homenageados receberam uma placa e um certificado em agradecimento ao apoio dado as operações.

 

Texto: Fernanda Domingues

Foto: André Gomes de Melo