Equipe se juntou ao bloco Vem Doar pra Mim para convocar a população a doar no período do Carnaval

_MG_5831 (1)

Embalada ao som de marchinhas carnavalescas e muita animação, a equipe do RioSolidario participou da campanha de doação de sangue no Hemorio, nesta terça-feira (21/02). A empolgação ficou por conta do bloco Vem Doar pra Mim e da bateria mirim da Mangueira do Amanhã, que levaram dezenas de foliões para doarem no instituto.

A iniciativa dos funcionários do RioSolidario faz parte da 14ª edição da campanha Vista a Fantasia da Solidariedade, do Hemorio, órgão da Secretaria de Estado de Saúde. A ação é para reforçar os estoques de sangue para o Carnaval, época em que historicamente há queda de pelo menos 50% no número de doações voluntárias. O Instituto Masan, em parceria com o Hemorio, organizou o bloco, que seguiu da Candelária até o instituto em ritmo de muita alegria e descontração.

Doadora frequente, a diretora do RioSolidario, Liliana Pinelli, destacou a relevância da ação, que pode mudar a vida das pessoas:

– Este é o terceiro ano que participamos da campanha. É mais um momento de integração da equipe e com um importante objetivo: o de salvar vidas. A doação de sangue é um ato de solidariedade, principalmente, em períodos como o carnaval, quando os estoques estão baixos- destacou Lilliana.

A gerente de Projetos do RioSolidario, Tatiana Aslanian, destacou o impacto da campanha para alertar a população do risco da falta de sangue durante o carnaval:

– É bom saber que você está ajudando o próximo. Com o seu sangue você pode ajudar a salvar a vida de uma outra pessoa. Gostei de participar desta campanha, pois além de doar, você ainda ajuda a replicar a importância deste ato transformador  – enfatizou a gerente de Projetos.

Atualmente, o hemocentro recebe 200 bolsas de sangue, em média, por dia.

— Temos como objetivo chegar à média de 300 doações ao dia neste período que antecede o carnaval. Com essa média diária, garantimos um bom estoque para ser utilizado durante e depois do feriado, quando o movimento também cai – explicou Luiz Amorim, diretor- geral do Hemorio.

Informações ao doador

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar sangue com autorização dos pais ou responsáveis legais (o modelo da autorização pode ser adquirido no site do Hemorio: www.hemorio.rj.gov.br). Não é necessário estar em jejum, apenas deve-se evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação e bebidas alcoólicas 12 horas antes. O Hemorio funciona todos os dias, das 7h às 18h, incluindo sábados, domingos e feriados, na Rua Frei Caneca, n° 8, no centro do Rio.
Para mais informações, o voluntário deve ligar para o Disque Sangue (0800 282 0708), que esclarece dúvidas e informa o endereço das outras 25 unidades de coleta distribuídas pelo estado.

O Hemorio, órgão da Secretaria de Estado de Saúde (SES), é o hemocentro coordenador do Estado do Rio de Janeiro, que distribui sangue para 180 hospitais públicos, incluindo as grandes emergências como a dos hospitais Getúlio Vargas, Souza Aguiar e Miguel Couto, maternidades, UTI´s neonatais e conveniados com o Sistema Único de Saúde – SUS.

 

Fotos: André Gomes de Melo