Campanha colore pontos da cidade e Alerj promove uma série de atividades gratuitas até o fim do mês

Outubro Rosa

De acordo com o Instituto Nacional do Câncer (Inca), até o final de 2016, o Brasil deve registrar quase 58 mil novos casos de câncer de mama. No mês de luta contra a doença, pontos do Rio estão iluminados de cor-de-rosa, para chamar a atenção para a importância do autoexame e do diagnóstico precoce, na campanha Outubro Rosa. O RioSolidario é um dos apoiadores do movimento.

– É uma causa importantíssima para todas as mulheres. A campanha chama a atenção para a prevenção de uma forma belíssima, com vários pontos do Rio iluminados de cor-de-rosa – destacou a primeira-dama do Estado e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim.

A Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro (Alerj) também programou uma série de atividades para celebrar o Outubro Rosa. Estão previstas rodas de conversa, nos dias 17, 18, 21, 25 e 27 de outubro. Entre os temas que serão abordados está o câncer em mulheres grávidas. O ministro da Saúde, Ricardo Barros, o presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia, Ruffo de Freitas, e o secretário estadual de Saúde, Luiz Antônio Teixeira Junior, estão entre os palestrantes. Todas as atividades têm entrada gratuita.

Não há uma única causa para o câncer de mama, tipo de câncer mais comum entre as mulheres no mundo e no Brasil. A cada quatro novos casos descobertos, um é de mama. Para reduzir o risco de desenvolver a doença, é importante manter hábitos saudáveis, como a manutenção do peso corporal, evitar bebidas alcoólicas e praticar exercícios físicos.

Quando diagnosticado no início, as chances de cura do câncer de mama ultrapassam 90%. Além de realizar o autoexame com frequência, até para que possam conhecer seus corpos e perceber possíveis alterações, é fundamental que as mulheres conversem com profissionais de saúde e mantenham seus exames clínicos em dia.

Iluminação especial

Sede do Governo do Estado do Rio de Janeiro, o Palácio Guanabara, em Laranjeiras, aderiu ao Outubro Rosa. O nome do movimento remete à cor do laço que simboliza a luta contra o câncer e estimula a participação da população empresas e entidades.

Criado nos Estados Unidos na década de 1990, o Outubro Rosa busca estimular a sociedade a refletir sobre o câncer de mama e ressaltar a importância do diagnóstico precoce. Ao longo do mês, em todo o mundo, diversas ações são realizadas para promover a conscientização e estimular a busca por informações sobre o tema, sempre lembrando que é essencial que as mulheres mantenham seus exames em dia.

Texto: Gabriela Murno

Foto: Paulo Vitor