Integrantes do Empreendedoras Líderes do Amanhã participam de capacitação no RioSolidario

_MG_7600

As integrantes do projeto Empreendedoras Líderes do Amanhã (ELA), realizado no Espaço de Educação Infantil do RioSolidario, no Batan, participaram, nesta quarta-feira (25/10), de uma aula magna na Fundação Getúlio Vargas (FGV), em Botafogo. A atividade, fora do espaço da creche em Realengo, é mais uma etapa do projeto idealizado pelo Observatório Internacional da Juventude, vinculado ao Centro de Justiça e Sociedade da FGV Direito Rio.

O projeto ELA busca empoderar mulheres em vulnerabilidade social através de capacitações que fomentem o empreendedorismo e a liderança. No Batan, 15 mulheres com perfil empreendedor, cujos filhos estudam na creche do RioSolidario, participam das oficinas que incentivam a autonomia financeira das participantes.

– Eu considero que encontros como este são importantes para proporcionar um novo olhar sobre a realidade, por aproximar as mulheres, alunas do curso, de novas referências de mulheres empreendedoras. São histórias de pessoas que viveram uma realidade de desafios muito próximas das participantes do curso e isso faz toda diferença – destacou Roberta Rosa, coordenadora de Novos Projetos do RioSolidario.

De acordo com a coordenadora do projeto ELA e diretora do Eixo da Promoção da Igualdade do Observatório Internacional da Juventude, Thainar Xavier, a capacitação prevê 12 oficinas, sendo duas externas em espaços de excelência acadêmica e empresarial:

– O principal objetivo é levá-las para fora do espaço das atividades na comunidade para que possam ter outras perspectivas e  contato com pessoas com diferentes visões, para que ampliem o seu potencial. Na aula magna, elas conheceram mulheres em posição de liderança na sociedade – pontuou Thainar, acrescentando que o próximo encontro será em uma empresa dirigida ou fundada por uma mulher.

Uma das palestrantes foi a mestre em Direito e professora da FGV, Flávia Martins Gonçalves, que destacou a educação como fator relevante para o sucesso profisssional:

– Foi a primeira vez que fiz uma palestra fora do conceito do Direito e tive a oportunidade de dividir minha experiência com elas e falar do empoderamento da mulher através da educação. Acho que talvez seja a ferramenta mais poderosa que a gente tenha – enfatizou.

Uma das alunas, a microempresária Nathália Guimarães, 32 anos, assistiu atentamente a todas as palestras. Ela estava prestes a fechar o salão de beleza, no Batan, que era a única fonte de renda da família.  Para a mãe do Arthur, aluno da creche do RioSolidario, a capacitação no ELA foi a responsável por mudar os planos:

– O número de clientes diminuiu muito e eu não via a possiblidade de crescimento. Achei que ia ficar sempre daquele jeito. Estava quase desistindo. Quando entrei no curso, mudei meu pensamento. Antes, eu não tinha noção de administração e da importância da divulgação. Agora, meu plano para o futuro é ampliar o salão, contratar funcionários e passar a gerenciar meu negócio – disse, entusiasmada, a proprietária do Salão Nathália Guimarães Hair Design.

Os palestrantes foram: Thaiz Nascimento, Conselho Estadual da Juventude da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude do Estado do Rio de Janeiro; diretora Regional de Negócios Rio de Janeiro da Ecco Brazil Chambre of Commerce e Eoss Consulting, Daise Rosas Natividade; integrante da Rede Mulher Empreendedora e Consultora Financeira para Empreendedoras do Sommos, Maria José Fróes Feres; integrante da Rede Mulher Empreendedora e sócia-diretora da TLK Consultores, Inês Rocha; Evelin Novaes, da Fábrica da Preta; e Maira Sallie, da Mig Jeans.

 

Texto: Gabriela Hilário

Fotógrafo: André Gomes de Melo