Desde abril, já foram abertas mais de 120 turmas de inglês, informática, poesia falada e audiovisual e cineclubismo

O projeto Casa Futuro Agora, que nasceu de uma parceria entre RioSolidario, Cedae e Ministério Público do Trabalho (MPT-RJ), formou mais de 1,5 mil alunos de comunidades carentes do Rio de Janeiro até agora. Com o objetivo de investir na educação como o principal passo para a transformação, a iniciativa acontece em 12 polos, sendo voltada para o público entre 12 e 17 anos, em situação de risco e vulnerabilidade social.

A Casa Futuro Agora é um espaço de conhecimentos e preparação de jovens, que conta com cursos profissionalizantes gratuitos, além de acesso liberado à internet. De abril a outubro, mais de 120 turmas foram abertas nos quatro cursos oferecidos pelo projeto: informática, pela Rede de Desenvolvimento Humano (Redeh), em parceria com a Intel e Cisco; inglês pela Sequoia Fundation, com aulas presenciais e a distância; poesia falada com a Casa Poema, da atriz Elisa Lucinda, para fortalecer e ajudar no relacionamento dos jovens por meio da poesia; e cineclubismo e produção audiovisual, promovido pela Cidadela. O curso estimula a interação com a realidade e cultura dos jovens, com a produção de curtas nas próprias comunidades.

Sucesso

– A iniciativa já é um sucesso. Temos muitos alunos fazendo mais de um curso, o que é muito interessante, pois mostra o interesse dos jovens. Acreditamos que o conhecimento é o primeiro passo para a transformação da vida destes meninos e meninas. Os cursos aumentam as chances dos jovens cadastrados conquistarem um espaço no mercado de trabalho – ressaltou Luiza Teixeira, coordenadora do projeto social.

Os espaços foram preparados para receber os alunos. Há móveis, computadores, internet e outros equipamentos. As salas estão localizadas em espaços cedidos pela Pastoral do Menor, secretarias e associação de moradores.

O programa estadual contempla ainda três unidades do Novo Degase, atingindo os adolescentes que cumprem medidas socioeducativas. As 12 unidades da ação são: Campinho, Cordovil, Gardênia Azul, Manguariba, Sepetiba, Urucânia, Morro dos Prazeres, São João, São Carlos, Novo Degase Ilha, Criaad Bangu e Criaad Penha. Os endereços e telefones estão no site do RioSolidario.

Texto: Fernanda Domingues

Fotos: André Gomes de Melo