Curso teve duração de três meses e preparou grupo para atuar como jardineiros profissionais

RJ 07-11-2018. Formatura da Oficina de Jardinagem. Fotógrafo: André Gomes de Melo

Foto: André Gomes de Melo

 

O Jardim de Inverno do Palácio Guanabara foi o palco da formatura de 18 jovens que participaram da primeira Oficina de Jardinagem oferecida pelo RioSolidario, em parceria com o Senac. A escolha do local da cerimônia, realizada nesta quarta-feira (07/11), teve um motivo especial. Os alunos foram os responsáveis pela revitalização do jardim da sede do Governo do Estado.

O curso, com duração de três meses, foi direcionado para jovens com idades entre 17 e 29 anos e moradores de áreas carentes da cidade. O programa curricular, que incluiu aulas teóricas, práticas e visitas técnicas ao Jardim Botânico e o Sítio Burle Marx, tinha como objetivo preparar o grupo para atuar no mercado de trabalho como jardineiros profissionais. De acordo com a primeira-dama do estado e presidente de honra do RioSolidario, Maria Lucia Cautiero Horta Jardim, a ideia de elaborar a oficina surgiu após constatarem que faltava mão de obra qualificada na área.

– Eu passei muitas vezes aqui pelo jardim do palácio Guanabara e achava que a gente poderia cuidar melhor dele. Hoje eu fico muito feliz em saber que o nosso projeto não só revitalizou um local histórico, como também ajudou a mudar a vida desses jovens. Eu acredito que não há outro caminho para melhorar a vida que não passe pela educação. Essa oficina mostrou que podemos transformar não só os jardins, mas a vida das pessoas – disse a primeira-dama.

O presidente da Fecomercio e parceiro do RioSolidario no projeto, Antônio Florêncio de Queiroz, acredita que a qualificação dos jovens será fundamental para que eles consigam ingressar no mercado de trabalho.

– Não é à toa que o maior símbolo da jardinagem seja a semente. Tenho certeza que o que foi plantado aqui durante o curso vai render bons frutos. A educação é o alicerce de tudo, o primeiro passo para os demais.

A diretora regional do Senac, Ana Claudia Martins, disse que os formandos serão inscritos no banco de oportunidades da instituição para ajudar na inserção no mercado de trabalho.

– Ficamos muito felizes com essa parceria porque faz parte da nossa filosofia de trabalho ajudar a transformar a vida das pessoas para o mercado de trabalho – afirmou.

Durante todo o curso, os jovens receberam bolsa auxílio de R$200 e vale transporte, além de alimentação, uniforme, material didático e ferramentas. As aulas foram realizadas às terças e quintas-feiras, de 8h a meio-dia, no Palácio Guanabara.

Novos sonhos

Com 21 anos, Wesley Palmares tinha largado o ensino médio e não se encaixava no mercado de trabalho. A inscrição na oficina de jardinagem aconteceu depois de muita insistência do pai, que trabalha na área. A falta de interesse do início das aulas logo deu lugar ao amor pela arte de mexer com a terra e plantas.

– Eu acho que os nossos professores abriram os nossos horizontes nesse processo. Conseguimos ver que a jardinagem tem um leque bem amplo de possibilidades de trabalho. Eu comecei o curso sem vontade de trabalhar na área e também não queria estudar mais. Agora eu já estou fazendo trabalhos como jardineiro usando as ferramentas que comprei com a bolsa auxílio dada pelo RioSolidario e penso em cursar faculdade de agronomia ou biologia.

Mãe de três filhos, Rebeca Freitas estava sem emprego e também sem muita perspectiva de futuro quando ficou sabendo do curso. Agora, ela pretende entrar em um curso de paisagismo e prestar vestibular para arquitetura em 2019.

– Hoje eu posso dizer que é um ambiente que eu quero estar trabalhando sempre, quero estar produzindo, revendendo plantas. Acho que é um trabalho que eu me vejo fazendo no futuro. A nossa visão mudou muito – afirmou.

Como participar

O RioSolidario vai abrir novas turmas da Oficina de Jardinagem em 2019. As inscrições já estão abertas e os interessados podem enviar e-mail para jovens@riosolidario.org informando o interesse em participar ou realizar o cadastro no através do link:http://www.riosolidario.org/programas/futuro-agora/banco-de-jovens/ . Os candidatos precisam ter pelo menos 18 anos e morar na cidade do Rio de Janeiro. A seleção será feita em duas etapas, sendo a primeira de análise do perfil social e a segunda, uma prova de habilidades práticas. O curso terá carga horária de 60 horas.

Texto: Suzane Lima