Como parte do programa Futuro Agora, adolescentes também se cadastraram no Banco de Talentos

Jovens recebem carteira de trabalho

Em mais uma ação do programa Futuro Agora, jovens cadastrados no Banco de Talentos e que cumprem medida de semiliberdade no Centro de Recursos Integrados de Atendimento ao Adolescente (Criaad) Bangu, unidade do Novo Degase, participaram nesta terça-feira (28/07) do mutirão de emissão de carteira de trabalho, no RioSolidario. Eles receberam orientações e saíram com o documento em mãos.

– A iniciativa é importante, pois é mais uma forma de ajudarmos na inserção desses jovens no mercado de trabalho. Sabemos que tirar a carteira de trabalho não é fácil – disse Luciana Rosa, assistente social do RioSolidario.

Para os jovens do Criaad, ter a carteira de trabalho é o primeiro passo para conseguir um emprego formal. Além de receberem o novo documento, eles também realizaram seus cadastros no banco de dados do programa Futuro Agora.

O Banco de Jovens tem como proposta cadastrar jovens entre 14 e 23 anos e 11 meses de comunidades carentes do Estado do Rio de Janeiro que estejam em risco ou vulnerabilidade social, e por meio das redes de parceiros, gerar oportunidades de emprego e capacitação profissional.

– Assim que acabar de cumprir a minha medida, vou procurar um trabalho. Não tenho preferência de área, mas o dinheiro vai ser para ajudar, principalmente, a minha família – disse T.R., de 15 anos.

Com a carteira de trabalho, o jovem M.A., de 16 anos, já faz planos:

– Quero um trabalho bom. Até hoje só fiz bicos como ajudante em um lava jato e de entregador de pizza. Sonho investir o meu dinheiro em uma loja de roupas e também ser paraquedista do Exército – afirmou.

Texto: Gabriela Murno

Fotos: Bruno Itan