RioSolidario selecionou projetos sociais esportivos de UPPs para a visita ao Maracanã

 WhatsApp Image 2018-05-20 at 17.01.52 (2)

 

O Clube de Regatas do Flamengo realizou o sonho de crianças e jovens das comunidades do Morro da Providência e Andaraí. Os adolescentes do projeto Geração UPP foram ao estádio do Maracanã, muitos pela primeira vez, e para assistir ao time do coração. O clube rubro-negro, em uma iniciativa social e em parceria com o RioSolidario, cedeu ingressos para os jovens acompanharem o jogo contra o Vasco, no último sábado (19/05).

Essa é a segunda ação de responsabilidade social do Flamengo com o RioSolidario. Na primeira, a ONG foi uma das instituições beneficiadas com a doação de parte das 40 toneladas de alimentos arrecadadas no jogo treino, no Maracanã, no início de maio.

Para a diretora do RioSolidario, Liliana Pinelli, a iniciativa do clube traz um grande impacto social para a vida dessas crianças e jovens:

– O esporte é reconhecidamente uma importante ferramenta de transformação social. E foi isso que o Flamengo proporcionou a essas crianças: transformação aliada a inclusão social. Esses meninos e meninas foram presenteados por um clube da grandeza que é o Flamengo, visitaram um espaço que antes só conheciam pela TV e, até então, era inacessível e puderam conhecer uma outra realidade. Sem dúvidas, será uma experiência que ficará marcada por toda a vida – destacou a diretora.

Os adolescentes que foram ao estádio atuam em projetos sociais esportivos desenvolvidos pelas próprias Unidades de Polícia Pacificadora (UPP). O critério de seleção adotado foi o comprometimento com as atividades esportivas e com a escola.

A iniciativa do Flamengo gerou muita expectativa e ansiedade entre os adolescentes. Segundo o PM e professor de Jiu Jitsu da UPP do Morro da Providência, Christian Ribeiro:

– A experiência foi incrível. Eles estavam eufóricos, desde cedo mandando mensagens sobre o passeio. Eles curtiram o tempo todo, tiraram muitas fotos, fizeram vídeos, tudo foi maravilhoso.  Não temos como agradecer a iniciativa do clube, pois representa muito para essas crianças. É um sonho realizado para elas.  O Flamengo está desempenhando um papel social muito importante – enfatizou o professor, acrescentado que aproveitou o passeio para reforçar o ensinamento de conceitos esportivos e morais importantes para a vida dos jovens.

Para os irmãos Raphaely e Ray Monteiro, de 15 e 10 anos, respectivamente, a experiência de pisar pela primeira vez no templo do futebol para assistir a um clássico do clube do coração foi indescritível:

– Eu senti frio na barriga, emoção, felicidade, muita coisa ao mesmo tempo. Foi muito bom. Cantei várias músicas, vibrei com a torcida, ajudei meu time. Foi muito emocionante, não tem como explicar. Depois disso tudo sei que vou ser outra pessoa – garantiu o jovem.

– Foi demais. Nem acreditei. Quando eu cheguei lá e vi a torcida deu um frio na barriga de tanta emoção. Foi muito melhor do que eu imaginava e via pela TV – destacou a Raphaely.

 

Texto: Gabriela Hilário

Fotos: Divulgação