Espaço do Jardim Botânico, em parceria com Instituto Masan, conta agora com guias surdos

Jardim Sensorial

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro (JBRJ), em parceria com o Instituto Masan e o Ministério do Meio Ambiente, abriu as portas nesta sexta-feira (19/08), para o evento “Jardim Sensorial para Todos”. O espaço recebeu atletas paralímpicos, turistas e apresentou novidades. A partir de agora, o Jardim Sensorial conta com guias surdos, promovendo ainda mais a inclusão de pessoas com deficiência.

– Além dos guias cegos que acompanham os turistas durante a visita pelo Jardim Sensorial, o espaço contará com guias surdos. A novidade proporciona uma experiência única aos visitantes e ainda é uma forma de inclusão – afirmou a presidente do Instituto Masan, Adriana Pinto.

Durante o encontro, 30 paratletas do Instituto Benjamin Constant (IBC) e da Associação Niteroiense dos Deficientes Físicos (ANDEF), instituições que são parceiras do Instituto Masan e do RioSolidario, participaram da visita. A ideia é divulgar o espaço do Jardim Sensorial para os turistas durante o período das Olimpíadas e Paralimpíadas do Rio 2016.

O Jardim Sensorial ainda ganhou mudas de louro, que além de estimular o sentido do olfato, a planta também remete a conquistas e à vitoria.

– Aqui as pessoas com deficiência têm a experiência incrível de sentir tudo o que o jardim pode proporcionar. É uma importante oportunidade para aqueles que estão visitando e também trabalhando no espaço – disse o coordenador do programa Autonomia Sim do RioSolidario, Guilherme Campos.

O Jardim Sensorial do Jardim Botânico do Rio de Janeiro, reaberto ao público no ano passado, integra o Programa Eco Atitude do Instituto Masan e tem como objetivo incluir socialmente pessoas com deficiência e jovens aprendizes. O espaço reúne plantas com diferentes texturas e aromas, que aguçam os sentidos, principalmente o tato e o olfato. Orquídeas, pés de manjericão, menta e muitos outros podem ser tocados e até provados pelos visitantes, que em uma das principais atividades, caminham pelo jardim com os olhos vendados.

Fotos: André Gomes de Melo