Por meio do projeto Sementes do Amanhã, que tem o RioSolidario como um dos parceiros, mais um grupo de jovens ingressa no mercado de trabalho como jovens aprendizes

Aula Inaugural_Masan_Degase

Foi realizada, nesta terça-feira (19/05), no Centro de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Cecel) do Novo Degase Ilha, a cerimônia que marcou o início das aulas da 12ª turma do programa Sementes do Amanhã.

A iniciativa do Instituto Masan, parceiro do RioSolidario, oferece capacitação profissional a adolescentes em cumprimento de medidas socioeducativas e promove a inserção desses jovens no mercado de trabalho. As aulas acontecem em uma cozinha-escola construída no próprio Cecel.

O programa oferece curso de ajudante de cozinha, com duração de dez meses. Ao iniciarem as aulas, os alunos obtêm o registro de trabalho como Jovem Aprendiz com bolsa de estudos, cesta básica e vale-transporte. Após a conclusão dos estudos, há ainda a oportunidade de efetivação dos que mais se destacam ao longo do curso.

– Tirem muito proveito dessa oportunidade, pois tudo aqui foi preparado para torná-los profissionais de excelência. São muitos parceiros envolvidos, todos acreditando no potencial de vocês – disse a diretora da Divisão de Profissionalização (Dipro) do Novo Degase, Aníria Bastos, que participou da cerimônia ao lado da diretora do RioSolidario, Liliana Pinelli.

Alexandre Sapucaia, gerente de Responsabilidade Social do Instituto Masan, explicou que com a nova turma, a instituição ultrapassa a marca de 200 adolescentes com carteira assinada como jovens aprendizes no projeto:

– São jovens que querem mudar de vida e encontraram uma oportunidade aqui no Degase.

RioSolidario, Dipro, Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), Instituto Brasileiro Pró Educação, Trabalho e Desenvolvimento (Isbet) e o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) são parceiros do Instituto Masan nessa iniciativa, iniciada em 2009.

Exemplo

Jadison Marins é um dos principais casos de sucesso do programa. Apreendido, ele foi um dos alunos do curso de ajudante de cozinha oferecido no Degase. Após o término das aulas, o jovem foi contratado e há seis anos trabalha em uma das unidades da Masan, empresa mantenedora do Instituto Masan.

– O Instituto Masan foi essencial na minha vida. Além de todo o conhecimento, me deu a oportunidade de trabalho – disse ele.

Texto: Gabriela Murno com Instituto Masan e Novo Degase

Foto: Divulgação