Com apoio do RioSolidario e da Masan, atletas com deficiência visual devem participar dos Jogos de 2016

IBC 01

O Instituto Benjamin Constant lançou o Ano Paralímpico como estímulo ao esporte para pessoas com deficiência visual. Durante cerimônia, nesta terça-feira (22/09), empresas e instituições assinaram um termo de parceria para incentivar as equipes esportivas de futebol de cinco, atletismo e judô do IBC. Entre os apoiadores estão o RioSolidario e o Instituto Masan. Com a parceria, os atletas do instituto devem participar dos Jogos Paralímpicos de 2016, no Rio de Janeiro.

De acordo com o diretor-geral do IBC, João Ricardo Melo Figueiredo, o Ano Paralímpico será marcado por diversas atividades esportivas e trabalhos em equipe.

– Sempre reconheci e valorizei o esporte e a vontade e dedicação dos nossos alunos. O esporte pode servir como uma mola propulsora para a vida dessas pessoas que precisam superar os desafios da sua deficiência. Esporte traz oportunidades e, é por isso, que lutamos para que ele esteja presente dentro do instituto – disse o diretor.

Para a presidente do Instituto Masan, Adriana Pinto, o patrocínio representa uma oportunidade de incentivar esses atletas.

– Queremos potencializar as ações no IBC e estimular ainda mais o esporte paraolímpico no Estado do Rio de Janeiro – ressaltou Adriana.

Com o programa Autonomia Sim, o RioSolidario também abraçou a causa da pessoa com deficiência e espera contribuir com ações que garantam mais autonomia e qualidade de vida aos que apresentam algum tipo de deficiência.

– Precisamos conscientizar sociedade, governos e instituições sobre a importância de discutir políticas públicas voltadas para as pessoas com deficiência. O esporte, com certeza, é um caminho para que elas superem as dificuldades e tenham mais autonomia – afirmou a diretora do RioSolidario, Liliana Pinelli.

Durante o evento, as equipes técnica, de atletas e de ex-alunos do Instituto Benjamin Constant que participaram dos Jogos Parapan-americanos de Toronto também receberam homenagens.

Texto: Fabiane Moreira

Fotos: Bruno Itan