Objetivo é manter a média de 300 doadores diários

Foto:Bruno Itan

Foto:Bruno Itan

Com a finalidade de estimular a doação de sangue no Carnaval, o Hemorio lançou, nesta quinta-feira (22/01), a 12ª edição da campanha “Vista a Fantasia da Solidariedade”. A iniciativa visa a reforçar os estoques nos dias de folia. Historicamente, neste período, registra-se queda de pelo menos 50% no volume de doações voluntárias. O objetivo é manter a média de pelo menos 300 doadores diários.

– O Hemorio abastece cerca de 200 unidades de saúde em todo estado, inclusive as grandes emergências, maternidades e UTIs. Justamente no Carnaval, quando as doações costumam cair, registramos aumento na demanda por sangue e derivados – ressaltou Felipe Peixoto, secretário de Estado de Saúde, que aproveitou o lançamento da campanha para doar sangue.

A chefe do Serviço de Hemoterapia do Hemorio, Esther Lopes, também destacou a importância da ação.

– Os doadores voluntários costumam viajar no Carnaval e isso compromete os estoques. Campanhas são sempre muito importantes porque, sem dúvida, contribuem para conscientizar doadores – afirmou Esther.

Atualmente, no Brasil, apenas 2% da população doa sangue com regularidade. O recomendado pela Organização Mundial de Saúde é de 5%.

O “bloco da solidariedade”

O Rei Momo, a rainha e as princesas do Carnaval, a porta-bandeira da Beija-Flor, Selminha Sorriso, e integrantes da bateria da Unidos de Vila Isabel se apresentaram na sede do Hemorio, no Centro.

– Carnaval é sinônimo também de solidariedade: dá para viajar, se divertir e ainda reservar um momento para doar sangue – destacou Selminha Sorriso.

O Rei Momo Wilson Neto também convocou a população: É preciso colaborar. Doar sangue é salvar vidas.

Doador voluntário, o militar Kayque de Oliveira, elogiou a iniciativa.

– Faço questão de doar frequentemente – afirmou.

Carlos Soares Rocha, também militar, é outro assíduo colaborador do Hemorio.

– As pessoas precisam se mobilizar. Há seis anos me conscientizei disso e me tornei doador – disse.

 Quem pode doar sangue?

Para ser doador de sangue, o voluntário precisa estar bem de saúde, apresentar documento original de identidade (com foto), ter entre 16 e 68 anos de idade e pesar mais de 50 quilos. Não é necessário estar em jejum. O candidato deve evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação. Bebidas alcoólicas não podem ser ingeridas 12 horas antes. Jovens com 16 e 17 anos só podem doar com autorização dos responsáveis legais. O modelo da declaração pode ser adquirido no site do Hemorio – www.hemorio.rj.gov.br

Há 25 unidades de coleta de sangue em todo o estado. Endereços e horários de funcionamento dos postos podem ser obtidos por meio do Disque-Sangue (0800 282 0708). Por meio do teleatendimento é possível também esclarecer dúvidas e agendar doação com hora marcada.

O Hemorio fica na Rua Frei Caneca nº 8, no Centro do Rio, ao lado do Campo de Santana, e funciona todos os dias (inclusive sábados, domingos e feriados), das 7 às 18 horas. Importante destacar que o Hemorio estará aberto durante o Carnaval.