Esta é a 13ª edição da campanha “Vista a Fantasia da Solidariedade”

Campanha Doação - Carnaval

O Hemorio, vinculado à Secretaria de Saúde, lançou nesta terça-feira (19/1) a 13ª edição da campanha “Vista a Fantasia da Solidariedade”, para incentivar a população a doar sangue e reforçar os estoques para o Carnaval, época em que historicamente há uma queda de pelo menos 50% no número de doações voluntárias. Para atrair mais doadores, o hemocentro elaborou uma programação especial.

– O reforço para os estoques durante o período de Carnaval tem como objetivo manter a média de 300 doações ao dia neste período em que as pessoas deixam de comparecer, por conta das festas – explica Luiz Amorim, diretor geral do Hemorio, ressaltando que hoje, no Brasil, apenas 1,8% da população doa sangue com regularidade, quando a recomendação da Organização Mundial de Saúde é de 5%.

Nas duas primeiras semanas de janeiro já houve queda nas doações, o Hemorio tem coletado, em média, 120 bolsas de sangue por dia. O hemocentro, que abastece com sangue e derivados cerca de 200 unidades de saúde conveniadas ao Sistema Único de Saúde (SUS), tem capacidade para receber até 500 doadores diariamente.

A abertura da campanha foi realizada no salão de doadores do instituto, na manhã desta terça-feira, com integrantes da Escola de Samba Estácio de Sá, o Rei Momo, a Rainha e as princesas do Carnaval carioca, além do grupo de voluntários da ONG Conexão do Bem.

Nesta 13ª edição da campanha, a atriz Paloma Bernardi, rainha de bateria da Acadêmicos do Grande Rio, abraça a causa como madrinha e incentiva a população a adotar este ato de cidadania e solidariedade:

– Diariamente, milhares e milhares de pessoas precisam de sangue de todos os tipos para sobreviver. Par ajudar, você precisa apenas doar uma hora do seu tempo, a cada três meses, para resgatar a alegria de viver em todos eles. Você tem o poder correndo nas veias! Doe sangue! – declarou Paloma.

Entre as atividades programadas pelo hemocentro estão a coleta móvel de sangue na sede do Comitê Olímpico Brasileiro, na Barra da Tijuca, no dia 26 de janeiro; o bloco Vem Doar Pra Mim, que no dia 2 de fevereiro promete levar os foliões ao Hemorio para doar sangue, em parceria com o Instituto Masan; e o sorteio de fantasias cedidas pela Estácio de Sá.

Informações ao doador

Para doar sangue é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50 kg, estar bem de saúde e portar um documento de identidade oficial com foto. Jovens com 16 e 17 anos só podem ser doadores com autorização dos pais ou responsáveis legais (o modelo da autorização pode ser adquirido no site do Hemorio: www.hemorio.rj.gov.br). Não é necessário estar em jejum. Apenas deve-se evitar alimentos gordurosos nas quatro horas que antecedem a doação. O Hemorio funciona todos os dias, das 7h às 18h, incluindo sábados, domingos e feriados, na Rua Frei Caneca, n° 8, no Centro do Rio.

Para mais informações, o voluntário deve ligar para o Disque Sangue (0800 282 0708), que esclarece dúvidas e informa o endereço das outras 25 unidades de coleta distribuídas pelo estado.

Sobre o Hemorio

O Hemorio, órgão da Secretaria de Estado de Saúde (SES), é o hemocentro coordenador do estado do Rio de Janeiro, que distribui sangue para 200 hospitais públicos, incluindo as grandes emergências, como a dos hospitais Getúlio Vargas, Souza Aguiar e Miguel Couto, maternidades, UTI’s neonatais e conveniados com o Sistema Único de Saúde (SUS).

Fotos: Mauricio Bazilio/SES