Morro São João foi escolhido para receber a primeira unidade do programa Comunidade em Ação

Comunidade em Ação

O Governo do Estado lançou, neste sábado (12/9), o programa Comunidade em Ação, novo projeto social para comunidades pacificadas. O Morro São João, no Engenho Novo, foi escolhido para receber a primeira unidade do projeto. A iniciativa, que é fruto do trabalho da Comissão Executiva de Monitoramento e Avaliação da Política de Pacificação (CEMAPP), funcionará de forma permanente em um espaço do CIEP Frei Agostinho Fíncias.

Com início das atividades em outubro, o Comunidade em Ação será um espaço multifuncional, que oferecerá oficinas de capacitação profissional, informática, além de atendimentos social e jurídico para toda a população. A expectativa é que o projeto seja levado para as demais comunidades pacificadas do estado.

– Se der tudo certo aqui, vamos replicar em todas as comunidades pacificadas. Esse é o nosso sonho. Não adianta ter só segurança pública. É preciso que todos os serviços do Governo do Estado, da Prefeitura, estejam aqui. Dar oportunidade para as pessoas porque só a educação é que liberta. Temos que ter isso como prioridade – ressaltou o governador Luiz Fernando Pezão, durante o lançamento do programa.

Por meio de uma parceria do RioSolidario, instituição presidida pela primeira-dama do Estado, com a Loterj, um espaço, localizado na área externa do CIEP, foi adaptado para receber o programa. No total, foram investidos R$ 70 mil na reforma e compra de equipamentos. O RioSolidario ficará responsável pela administração da unidade, que terá três salas (Cidadania, Oportunidades e Casa Futuro Agora).

– O que mais queremos é dialogar com o cidadão, para ouvir suas demandas. O nosso objetivo é que a comunidade se aproprie do espaço, que vai trazer oportunidades para todos da família: mãe, jovens, adultos, idosos. Tenho certeza que o projeto dará certo e o São João será exemplo para as demais comunidades – declarou a primeira-dama do Estado e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim, que também participou do evento.

O local será ocupado por instituições parceiras, que oferecerão cursos de capacitação, e por órgãos do Estado, que atenderão o público com orientações sobre benefícios e serviços. A Prefeitura do Rio, por meio do Instituto Pereira Passos (IPP), também trabalhará na implantação de uma agência de desenvolvimento local, buscando fomentar o empreendedorismo na comunidade.

Atendimento

Antes do lançamento, que contou ainda com a presença do secretário de Estado de Segurança, José Mariano Beltrame, a comunidade teve o primeiro contato com algumas ações que farão parte do projeto. Das 11h às 15h, órgãos do Estado, Prefeitura e instituições parceiras, como Sebrae e Senai, prestaram mais de 300 atendimentos aos moradores, como emissão de carteira de identidade, oficinas e inscrições no Banco de Jovens do RioSolidario.

Moradora do São João, Helenice do Carmo levou o filho Ricardo, de 7 anos, para tirar a primeira carteira de identidade. Seu marido, Ricardo do Carmo, aproveitou para também fazer a segunda via do documento.

– A iniciativa é importante, porque muita gente não tem tempo e nem dinheiro para tirar o documento, que é fundamental para a nossa cidadania – disse Helenice do Carmo, que pretende participar dos cursos que serão oferecidos pelo Comunidade em Ação.

Os irmãos Aryanne Alves, de 18 anos, e Cleydson Luiz, de 15 anos, também aproveitaram a oportunidade para se inscreverem no Banco de Jovens do RioSolidario.

– Já trabalhei, mas queria participar do Jovem Aprendiz, porque além de ter um emprego e abrir portas no mercado de trabalho, o programa também dá muito aprendizado – ressaltou Aryanne Alves.

Em outra ação iniciada neste sábado, o Instituto de Terras e Cartografia do Estado do Rio (Iterj) explicou aos moradores como será o processo de regularização fundiária da comunidade.

– A regularização fundiária é o melhor programa que os governos podem fazer nas comunidades. Quando nós damos um título de propriedade para as pessoas, estamos garantindo que ninguém mais vai tirá-las dali. Com a casa regularizada, todos podem investir mais nela e fazer melhorias – disse o governador.

Inscrições

As atividades do Comunidade em Ação começarão em outubro. Mas, a partir de segunda-feira (14/09), os interessados já poderão se inscrever nos cursos que serão oferecidos de segunda a sexta, das 9h às 18h.

Sala Cidadania:

Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Rio de Janeiro (ARPEN) – Emissão gratuita de certidões de nascimento, casamento e óbito;

Detran – Emissão de documentos de identidade;

Fundação Leão XIII – Gratuidade para emissão de 2ª via de carteira de identidade;

Instituto Pereira Passos – Criação de Agência de Desenvolvimento Local voltada para o público jovem;

Secretaria de Cultura – Realização de eventos e palestras com temas culturais. O primeiro encontro debaterá a inclusão racial;

Secretaria de Esportes – Implantação do programa Caminho Melhor Jovem, que prevê a inclusão social e oferta de oportunidades para jovens de 15 a 29 anos em situação de vulnerabilidade social;

Secretaria de Prevenção à Dependência Química – Implantação do projeto Roda de Conversa para criar um espaço de troca de informação e experiências;

Secretaria de Saúde – Atividades de educação em saúde. Nas primeiras palestras, haverá capacitação para a prevenção de Dengue, Chikungunya e Zika Virus;

Secretaria de Transportes – Emissão de Bilhete Único e Vale Social.

Sala Oportunidades:

Defensoria Pública – Atendimento;

FAETEC – Cursos de informática comercial e bordado e customização;

SEBRAE – Cursos de capacitação para mulheres e Crescendo e Empreendendo para jovens de 13 a 19 anos;

SEBRAE / Faetec / AgeRio – Capacitação de alunos dos cursos técnicos com perfil empreendedor e que desejam abrir um negócio;

Secretaria do Ambiente / INEA – Oficinas de reaproveitamento de resíduos sólidos e reaproveitamento de resíduos têxteis;

Secretaria de Trabalho – Oferta de empregos e curso de capacitação;

SENAC – Curso profissionalizante de informática, gestão de pessoas ou jardinagem (será escolhido por enquete);

Procon – Atendimento.

Sala Casa Futuro Agora:

Aulas de informática; curso de inglês; oficina de poesias; curso de audiovisual (curtas e cine clubismo). Projeto em parceria com o Ministério Público do Trabalho e a Cedae.

Texto: Gabriela Murno

Fotos: Bruno Itan