Evento foi realizado na Quinta da Boa Vista e teve dinâmicas de grupo e passeio pelo Museu

_MG_6328

 

Integração. Essa foi a palavra-chave do primeiro encontro que reuniu  todos os funcionários das creches do RioSolidario, realizado na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, na quarta-feira (26/07).

Cerca de 130 colaboradores dos Espaços de Educação Infantil do Batan, em Realengo; da Vila do João, no Complexo da Maré; e da Cidade de Deus, na Zona Oeste, passaram o dia em um dos maiores parques urbanos da cidade. Na programação, dinâmicas de grupo, piquenique e visita guiada ao Museu Nacional/UFRJ, que é maior sobre história natural e antropológica da América Latina.

O objetivo do encontro foi desenvolver uma atividade pedagógica com os funcionários, tendo como principal foco a integração entre os colaboradores dos diferentes espaços de eduçação, que em sua maioria não se conheciam:

–  O encontro foi idealizado para proporcionar aos funcionários a possibilidade de se conhecerem e, sobretudo, trocarem experiências  sobre as atividades desenvolvidas em cada um dos setores. Foi um dia maravilhoso, muito produtivo e que contribuirá significativamente para que ofereçamos um trabalho ainda melhor às nossas crianças – destacou a coordenadora de Novos Projetos, Roberta Rosa.

A primeira atividade do dia foi a dinâmica de grupo para que os funcionários do mesmo setor e de unidades diferentes se conhecessem e desenvolvessem atividades juntos. A programação foi idealizada pelas próprias pedagogas das unidades. Depois, foi a vez de descontrair  ainda mais no piquenique nos jardins da Quinta. Em grupos distintos, os funcionários se socializaram, divertiram e até dançaram ao som de uma música ambiente muito animada.

– Foi ótimo. Como gestora, um dos meus  objetivos é que os funcionários também estejam felizes e o encontro proporcionou isso às esquipes – enfatizou a diretora da unidade do Batan, Majói de Paula.

Para a diretora da creche da Cidade de Deus, Martha Menezes, a iniciativa foi fundamental para elevar a autoestima dos funcionários:

– Foi espetacular, principalmente, como gestora. Sem dúvidas, contribuiu para a autoestima dos funcionários. De acordo com o projeto desenvolvido, sabíamos que seria muito produtivo, mas o resultado me surpreendeu. Os funcionários até já têm sugestões para o próximo – explicou a diretora.

O encerramento do encontro foi  com uma visita guiada pelo museu,  que é o antigo palácio da família real.  O passeio pelas culturas mediterrâneas, Egito antigo, arqueologia e  etnologia indígena brasileira encantaram os visitantes.

A diretora da creche da Vila do João, Valéria Paiva, frisou a apropriação cultural como um dos benefícios imediatos do encontro:

-A integração foi imediata e muitos até já trocaram contatos. O passeio foi muito enriquecedor.  Muitos não tinham a oportunidade de ir ao museu, não conheciam esse espaço público – enfatizou Valéria.

Um pouco desconfiados no início, os funcionários se renderam a proposta do encontro e aprovaram a iniciativa.  A professora da unidade da Cidade de Deus, Leidiane Seixas, destacou  que o encontro superou as expectativas:

– Esta reunião é muito importante. Foi muito mais que eu esperava: bem mais animado, com muita gente.

Já Bianca Santiago, recreadora  da creche do Vila do João, pontuou a interação com outras colaboradoras da mesma  área:

– Esta sendo muito bom. A gente está  conhecendo  todo mundo mesmo. Já trocamos várias figurinhas sobre a rotina de trabalho.

A recreadora do espaço educacional do Batan, Cristiane Costa, enfatizou os benefícios do encontro no ambiente de trabalho:

– A gente vai tentar se aproximar mais e isso vai para contribuir para o trabalho nas creches.

 

Texto: Gabriela Hilário

Fotos: André Gomes de Melo