Aprovados em processo seletivo no RioSolidario trabalham no Rock in Rio (Crédito: Paulo Vitor)

Aprovados em processo seletivo no RioSolidario trabalham no Rock in Rio (Crédito: Paulo Vitor)

Olhares atentos, passos firmes dados com a segurança de quem agarrou com unhas e dentes a oportunidade de enriquecer seu currículo com um dos maiores festivais de música do mundo. Em parceria com o Rock in Rio, o RioSolidario possibilitou que 53 homens e mulheres conquistassem, através de um processo seletivo realizado em nossa sede, vagas de trabalho no Rock in Rio 2019.

Nesta terça-feira (24) eles marcaram presença na nova Cidade do Rock, no Parque Olímpico da Barra, exibindo nas camisas amarelas que vestiam o termo “apoio”. Esse apoio era o elemento que faltava para que os 53 aprovados conseguissem uma oportunidade de inserção no mercado de trabalho. E ela veio em um evento com a magnitude de uma das maiores marcas dos últimos anos no Brasil.

Gloria se impressionou com a dimensão da estrutura na Cidade do Rock (Crédito: Paulo Vitor)

Gloria se impressionou com a dimensão da estrutura na Cidade do Rock (Crédito: Paulo Vitor)

Responsável por cuidar do acesso e da liberação de convidados na área VIP, Gloria Moreira sentiu durante o Preview a dimensão da realidade em que estava imersa e que lhe causava expectativa desde a pré-seleção realizada no RioSolidario. “Hoje conheci essa estrutura gigantesca e incrível. Está sendo muito proveitoso participar do evento e espero que seja maravilhoso não só para mim, mas para todos que vão estar aqui”, desejou a jovem.

Os aprovados foram distribuídos entre diversas equipes espalhadas pelo espaço do evento. Monitorar a chegada do público, passar orientações sobre a localização de palcos, atrações e serviços, auxiliar os artistas no contato com produtores nos bastidores e gerenciar as filas para os brinquedos – que prometem ser quilométricas, a exemplo das últimas edições – são algumas das atribuições deles durante os dias de festival.

Michelle Vasconcellos, por exemplo, teve uma prévia de como será seu trabalho na roda gigante. Encantada com a atmosfera da Cidade do Rock, ela já encarou as filas para a atração no evento-teste, mas a experiência de trabalhar com público a fez valorizar cada segundo já nesse primeiro contato com o Rock in Rio. “Está sendo uma experiência maravilhosa. Tudo aqui é mágico. Lidar com o público é o que mais gosto. Vejo as pessoas alegres, fazendo amizades e isso me contagia a fazer o bem”.

Para eles foi apenas o primeiro passo de uma experiência que vão registrar na memória para toda a vida. Serão sete dias de aprendizado, contato com o público e mergulho em um conhecimento que enriquecerá a bagagem profissional de cada um deles.

“A capacitação e a inserção profissional são  algumas das bases do propósito do nosso trabalho. Oportunidades como estas podem e devem ser o início da busca por novos caminhos na vida dos jovens. Conhecer as atividades e as profissões em um evento deste porte amplia o olhar e afeta diretamente a inclusão na sociedade”, afirma a diretora executiva do RioSolidario, Juliana Dias.

Crédito das fotos: Paulo Vitor