Emprego a jovens com deficiência

Uma parceria entre o governo do estado, Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica), Cedae e a ONG RioSolidário vai oferecer o primeiro emprego aos jovens com deficiência que estudam na Fundação. A assinatura dos contratos de trabalho aconteceu ontem, no Palácio Guanabara, com a presença dos jovens contratados, que já começam trabalhar no próximo dia 5 de outubro. Adolescentes com deficiência intelectual da Escola Favo de Mel da Faetec foram selecionados para participar do programa Jovem Aprendiz da Cedae.

Os alunos vão atuar nas funções de auxiliar administrativo nas áreas de administração, contabilidade, financeira, informática, comercial e jurídica da empresa.

“A contratação de pessoas com deficiência intelectual não se trata somente de uma política inclusiva para os jovens, mas uma forma de que os próprios trabalhadores comecem a quebrar preconceitos” disse o presidente da Faetec, Wagner Victer.

Hoje, cerca de 70% dos 210 estudantes que cursam a Escola Favo deMel são capacitados para o mercado de trabalho em diversos cursos como auxiliar de cozinha, contínuo, cumin e serviços  gerais. Os jovens e adultos com deficiência intelectual também serão absorvidos nos 30 mil postos de trabalho nos Jogos de 2016.

O Dia