Maria Lucia conversou com internas da Unidade Materno Infantil e conheceu creche

Primeira-dama conversa com internas

A Unidade Materno Infantil (UMI), no Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, recebeu na quarta-feira (24/06) a visita da primeira-dama do Estado e presidente do RioSolidario, Maria Lucia Horta Jardim. A convite do secretário de Estado de Administração Penitenciária, coronel Erir Ribeiro Costa Filho, ela conheceu as instalações da unidade, que conta com 15 mulheres e seus bebês. As presas são encaminhadas para o espaço após o nascimento dos filhos e permanecem no local de 6 meses a um ano.

Durante o encontro, Maria Lucia conversou com as internas, que cantaram e fizeram uma homenagem à primeira-dama. Ela aproveitou para deixar uma mensagem de incentivo às novas mães.

– Sei que existe um sentimento de tristeza por estarem aqui, mas vocês precisam ter força para superar. A maternidade trará a possibilidade de crescimento, pois o passado não podemos mudar, mas o futuro depende apenas de cada uma. A vontade de ter uma vida melhor precisa estar no coração de vocês – disse.

A diretora da UMI, Ana Cristina Faulhaber, explicou o funcionamento da unidade e apresentou as atividades que são oferecidas às internas e aos bebês. Ana Cristina também falou sobre o projeto que prevê a transferência das presas grávidas para a unidade. Atualmente, elas ficam na Penitenciária Talavera Bruce.

– Queremos adaptar o nosso espaço para receber as 30 grávidas que hoje ficam no presídio comum com outras mulheres. Seria uma forma de acompanhar e cuidar melhor dessas mulheres durante a gestação. Além disso, neste período, elas ficam mais sensíveis e dispostas para a mudança – afirmou a diretora.

Segundo o secretário, a ideia é oferecer um ambiente com atividades e oportunidades que contribuam com o futuro das mães.

– Muitas delas ficam aqui esquecidas pelos maridos. Estamos na busca pela humanização das unidades prisionais – ressaltou o coronel.

A presidente do RioSolidario ainda conheceu a Creche Tuta Massot Kress, que fica no Complexo Penitenciário de Gericinó e recebe os filhos dos funcionários das unidades.

Fotos: Bruno Itan