Quatro condutores da Tocha foram selecionados pelo Governo do Estado por se destacarem em programas educacionais e sociais

Tocha_Fabiano de Paula

A Chama Olímpica chegou ao Brasil nesta terça-feira (03/05). O avião que a trouxe da Suíça pousou no início da manhã em Brasília (DF). Após a chegada ao país, a Tocha começou sua jornada de 95 dias por 327 cidades, sendo 43 municípios do estado do Rio de Janeiro. Ao todo, 12 mil pessoas conduzirão o maior símbolo das Olimpíadas até 05 de agosto, quando haverá a abertura dos Jogos, no Maracanã. Já no dia 07 de setembro, será realizada a cerimônia que marca o início das disputas Paralímpicas dos Jogos Rio 2016.

Quatro jovens que se destacaram em programas sociais foram convidados pelo Governo do Estado para vivenciarem a emoção única de carregar a Tocha Olímpica.

Uma das condutoras é Gabriella Lopes, de 18 anos. Moradora do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, a aluna da Faetec ganhou um prêmio de robótica e se tornou a primeira estudante da rede pública a ser selecionada para a Jornada Warren Buffet, onde conheceu as sedes do Facebook e do Google.

– Quando soube que ia conduzir a Tocha, chorei. Será eu, uma estudante brasileira, entre atletas de renome – contou Gabriella.

Não menos emocionada foi a reação de Yan Braga. Aos 18 anos, o morador de Cachoeiras de Macacu representou seu município na 7ª edição do Parlamento Juvenil, na Alerj. Yan foi eleito representante do Estado do Rio no Parlamento Juvenil do Mercosul, no biênio 2014-2015.

– Sempre tive vontade de participar das Olimpíadas de alguma forma, e carregar a Tocha Olímpica no meu município será algo marcante – disse o jovem.

Moradora do Jacarezinho, na Zona Norte do Rio, Kássia Monteiro, de 20 anos, também vai ter o seu momento olímpico. A jovem foi contratada pelo programa Caminho Melhor Jovem, da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude. No projeto, ela é uma das articuladoras da comunidade do Jacarezinho.

– É um acontecimento que vou contar para os meus netos. Estou apreensiva com a espera do dia em que vou conduzir o símbolo maior dos Jogos – afirmou Kássia.

Morador da Rocinha, na Zona Sul do Rio, o tenista Fabiano de Paula é um realizador, aos 27 anos. Em parceria com a Secretaria de Esporte, inaugurou uma escola de tênis que hoje atende a mais de 200 crianças.

– Estou muito feliz e espero que a minha conquista sirva de inspiração para outros jovens de comunidades – contou o atleta.

O trajeto

Os quatro jovens farão o percurso com a Tocha em dois lugares distintos: Gabriella, Kássia e Fabiano transportarão a Tocha no dia 28 de julho, em Volta Redonda.  Já Yan, conduzirá a Tocha Olímpica em Cachoeiras de Macacu, em 30 de julho.

No Rio, a Tocha passará por 42 municípios, além da capital, e irá pernoitar em nove deles: Angra dos Reis, Volta Redonda, Petrópolis, Nova Friburgo, Macaé, Cabo Frio, Niterói, Nova Iguaçu e Rio de Janeiro.

Além dos quatro jovens convidados pelo governo, 50 servidores estaduais selecionados por uma comissão formada por integrantes das secretarias da Casa Civil e de Esporte, Lazer e Juventude, também vão conduzir a Tocha.

Leia Mais:

Servidores com histórias de superação e dedicados a causas sociais conduzirão Tocha Olímpica

Texto: Beth Brusco

Fotos: Divulgação