Equipe do programa Futuro Agora orienta os jovens do Banco de Talentos na candidatura às vagas (Crédito: André Gomes de Melo)

Equipe de projetos do RioSolidario orienta os participantes na candidatura às vagas (Crédito: André Gomes de Melo)

Por Flávio Amaral

“Me chamou muito a atenção por ser um evento mundial. É uma grande oportunidade, eu gostaria muito de estar lá”. Essa seria certamente a resposta da maioria dos meninos e meninas que fossem perguntados sobre a chance de trabalhar no Rock in Rio. Se o público se encanta com a atmosfera que envolve o evento, a possibilidade de conhecer a estrutura no dia a dia e ver tudo acontecer diante de seus olhos provoca grande expectativa.

Glória está na expectativa pelo processo seletivo para as vagas de jovem aprendiz no Rock in Rio (Crédito: André Gomes de Melo)

Glória está na expectativa pelo processo seletivo para as vagas de jovem aprendiz no Rock in Rio (Crédito: André Gomes de Melo)

A resposta que abre o texto foi de Glória Moreira. Cadastrada no Banco de Talentos do RioSolidario, ela participou na manhã desta quarta-feira (31) de uma pré-seleção para vagas de trabalho temporário no Rock in Rio, uma parceria do RioSolidario com a organização do evento.

Durante o dia, mais de 60 candidatos foram recebidos pela nossa equipe de projetos, que conferiu a documentação trazida por eles, auxiliou o cadastro dos participantes no site que direciona para as candidaturas, perguntou as áreas de preferência deles e orientou-os quanto aos dias e horários das jornadas de trabalho.

Ansiosa, Glória conta que gostaria de atuar na área administrativa do evento, por ter afinidade com a área, mas também se interessa pelo atendimento ao público: “não tenho problema nenhum para lidar com público, me considero bastante comunicativa. Mesmo assim estou aberta a possibilidades. Podendo participar dessa experiência e tendo essa oportunidade, para mim não importa a área”, brinca a candidata, de 24 anos de idade.

Documentação exigida foi conferida pela equipe de projetos do RioSolidario (Crédito: André Gomes de Melo)

Documentação exigida foi conferida pela equipe de projetos do RioSolidario (Crédito: André Gomes de Melo)

Segundo ela, o fato de muitas empresas exigirem experiência nos processos seletivos restringe a possibilidade de muitas pessoas – sobretudo os mais jovens – conquistarem um lugar no mercado de trabalho.

“Ações como essa são muito importantes e necessárias, já que hoje os jovens não vêm tendo muita oportunidade de trabalho. O mercado pede sempre experiência anterior, mas, se o jovem não tem oportunidade, ele não consegue a experiência necessária para conquistar uma vaga. É muito importante o RioSolidario abrir as portas para que, mesmo sem experiência, você possa se candidatar”, finaliza Glória.

Assistente social do RioSolidario, Luciana Rosa acompanhou os processos de pré-seleção durante a manhã e a tarde desta quarta-feira em nosso auditório. Ela destaca a relevância de um evento como o Rock in Rio para o currículo dos participantes:

“Foi muito bom passar o dia com eles e proporcionar essa oportunidade de encaminhá-los para pleitear vagas em que, além do emprego, vão obter conhecimento e experiências, vão conhecer pessoas, fazer networking… tudo isso em um evento mundialmente conhecido, que traz tanto peso ao currículo, é muito importante principalmente para quem que está começando a carreira.”

Durante o processo, foram exibidos vídeos que apresentavam um panorama geral do Rock in Rio e números sobre a estrutura e a logística, além de depoimentos que ressaltavam a importância de se aproveitar a oportunidade, a necessidade da responsabilidade, do comprometimento e de uma postura profissional mesmo em um ambiente no qual o público estará se divertindo. Foi um momento de imersão no universo da nova Cidade do Rock.

“Vi na expressão deles muita esperança, expectativa e desejo de conquistar uma oportunidade. Vi no semblante de alguns a confiança e a certeza de que iriam conseguir”, finaliza Luciana.

O RioSolidario deseja boa sorte a todos os candidatos!