Projeto faz parte do Programa Futuro Agora, do RioSolidario, em parceria com Seeduc, Groupe PSA e Senai- RJ

 

28203821412_9d7c448f55_k

O Ciep 493 – Professora Antonieta Salinas de Castro, da cidade de Barra Mansa, no Sul Fluminense, terá este ano a formação da primeira turma de Eletrotécnica. A Dupla Escolacomeçou a funcionar em 2016 e possui, hoje, 204 alunos, divididos nos três anos do Ensino Médio. Oferecer escola técnica no Ciep foi possível graças ao Programa Futuro Agora, do RioSolidario, junto com a parceria da Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), Groupe PSA e o Senai-RJ.

– Além de se empenharem nas aulas, percebemos que os alunos ficam atentos quando há palestras de profissionais da Peugeot. Temos estudos que demonstram que a média geral das turmas é um pouco acima da média geral das turmas do ensino regular – comentou André Carvalho, coordenador de projetos do RioSolidario, instituição responsável pela gestão administrativo-financeira do programa.

Esta é a primeira Dupla Escola do Sul Fluminense que oferece curso técnico. Os jovens estudam as matérias regulares do Ensino Médio, oferecidas pela Secretaria de Educação, e disciplinas do curso de Eletrotécnica (teóricas e práticas), como Eletricidade, ministradas pelo Senai. Os estudantes sairão preparados como técnicos em Elétrica em Geral, Manutenção, Instalação em casas ou indústrias.

Os alunos cumprem horário integral, de 7h às 17h, e a unidade possui dois laboratórios, um de Elétrica Predial e um de Elétrica Industrial. As vagas são distribuídas de acordo com o critério da própria Seeduc. Segundo o coordenador, é visível o amadurecimento já no primeiro ano em que os jovens ingressam no colégio, como a preocupação com o futuro e a vontade de aprender. Sempre surgem, por exemplo perguntas aos palestrantes sobre o mercado de trabalho (a montadora da Peugeot fica na cidade vizinha, Porto Real).

– Um dos principais benefícios de uma escola que oferta Ensino Médio e um Curso Técnico neste modelo é contribuir para a formação de mão de obra e encaminhamento ao mercado de trabalho local, especialmente em uma região como essa, que conta com grandes empresas – disse o secretário de Estado de Educação, Wagner Victer.

Não por acaso, os estudantes têm se destacado em diversos eventos. Em 2017, os representantes do Dupla Escola no Prêmio Construindo a Nação ficaram em 4º lugar, entre 519 unidades participantes. Também houve participações no projeto Parlamento Juvenil, no concurso Land Rover 4×4 e no Prêmio Shell de Educação Científica, além de alunos com menção honrosa na Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP). Para este ano, está prevista a participação da garotada no Concurso Internacional de Cartas dos Correios, cujo tema é “Imagine que você é uma carta que viaja no tempo. Que mensagem você quer deixar para seus leitores?”, indicado para alunos de até 15 anos.

 

Texto: Bete Nogueira